1 evento ao vivo
Logo do Jogos Pan-Americanos
Foto: terra

Jogos Pan-Americanos

Vôlei feminino perde para Argentina e fica fora do pódio

Equipe de José Roberto Guimarães é superada por 3 sets a 0, parciais de (26/24, 25/20, 25/21)

11 ago 2019
13h53
atualizado às 15h22
  • separator
  • 0
  • comentários
Depois de ser derrotada no sábado pela Colômbia na semifinal, a Seleção Brasileira feminina de vôlei voltou a decepcionar nos Jogos Pan-Americanos de Lima, neste domingo, ao ser derrotada, por 3 sets a 0, parciais de (26/24, 25/20, 25/21), pela Argentina, na disputa da medalha de bronze.

Desde a edição de 2003 do Pan, em Santo Domingo, na República Dominicana, que a equipe brasileira não ficava de fora do pódio.

Seleção feminina de vôlei perdeu a disputa do bronze para a Argentina
Seleção feminina de vôlei perdeu a disputa do bronze para a Argentina
Foto: Victor Calvo/ Confederação Brasileira de Voleibol/ Divulgação

Com o retorno das principais jogadoras, que não atuaram na competição no Peru, o técnico José Roberto Guimarães volta suas atenções para a disputa do Campeonato Sul-Americano e da Copa do Mundo, no Japão.

O Brasil entrou em quadra abatido por causa da derrota na noite anterior. No primeiro set, as duas seleções erraram muitos passes. O placar ficou equilibrado o tempo todo, mas as argentinas foram mais precisas nos momentos decisivos.

No segundo set, o time brasileiro e o técnico José Roberto Guimarães reclamaram demais da marcação da arbitragem. O treinador chegou a chutar uma bola e recebeu o cartão vermelho (dando ponto de graça para a Argentina) como advertência. A atitude gerou maior pressão e a nova derrota na parcial.

No terceiro, com algumas alterações, o Brasil tentou buscar motivação, mas voltou a cometer erros em todos os fundamentos e acabou derrotado.

A oposta Fresco, com 19 pontos, foi o grande destaque do jogo, ao liderar a Argentina na importante vitória. Do lado brasileiro, Lorenne anotou 14 pontos, mas só acertou 23% das bolas.

Veja também:

Medalhistas pan-americanos são recebidos no Centro executivo da Itaipu

 

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade