0
Logo do Jogos Pan-Americanos
Foto: terra

Jogos Pan-Americanos

Pan liquida tickets e pena para empolgar sede: “nem conheço”

Com metade dos ingressos ainda disponíveis, Toronto passou a vender ingressos com 25% de desconto para desencalhar entradas

2 jul 2015
17h03
  • separator
  • 0
  • comentários

Os Jogos Pan-Americanos de 2015 têm penado para empolgar Toronto, cidade-sede da competição que tem início no próximo dia 7 de julho com a disputa do pólo aquático – a abertura oficial ocorre no dia 10 de julho. A menos de dez dias da cerimônia que inaugura o evento, ainda há muitos ingressos disponíveis, e o movimento é apenas menos que razoável nos principais pontos de venda na cidade canadense, que investe pesado no marketing para os Jogos.

Até o início de junho, cerca de dois terços dos ingressos para os Jogos ainda estavam encalhados – atualmente, acredita-se que metade do total de 1,2 milhão de ingressos disponibilizados para as quase três semanas de competição segue em venda. Para tentar fazer a comercialização finalmente embalar, os organizadores iniciaram uma mega promoção especial para o Dia Nacional do Canadá: todas as entradas, que têm preço iniciado em 20 dólares canadenses (R$ 50), têm 25% de desconto entre as 10h da manhã (horário local) da última quarta e as 23h desta quinta.

Movimento por ingressos foi pequeno
Movimento por ingressos foi pequeno
Foto: Eduardo Palacio / Terra

Em um ponto específico de vendas com a liquidação da última quarta, o movimento não foi tão grande. Durante a inauguração da superloja dos Jogos na Nathan Philips Square, uma das principais praças de Toronto, cinco guichês funcionaram para a venda de ingressos. O movimento de pessoas no local, entretanto, não justificou a presença de tantos vendedores – filas ocorreram em raros momentos, mesmo quando os guichês foram diminuídos para apenas dois.

Mesmo quem se arriscava a comprar ingressos mostrava certo desânimo para a competição. Na fila por um lugar para assistir à natação, Terry, morador de Toronto de 60 anos, diz acompanhar competições esportivas desde que tem cinco anos de idade, mas contou que nunca sequer tinha ouvido falar dos Jogos Pan-Americanos. Mesmo canadense, só descobriu durante a conversa com a reportagem que Winnipeg havia sediado um evento do mesmo tipo apenas há 16 anos.

“Eu nunca acompanhei e nem assisti ao Pan. Vejo Olimpíada, Copa do Mundo, Jogos de Inverno, mas nunca ouvi falar do Pan, nem conheço. Sei que os grandes atletas não vem e não é uma competição como a Olimpíada, que eu me recordo muito bem em Montreal (em 1976). Acho ótimo para os atletas que devem ser um dos melhores de sua categoria por conseguirem chegar a um Pan, mas para nós, fãs, é só por diversão, o nível competitivo não é tão grande”, opinou Terry.

Um fato emblemático ocorreu durante a conversa do Terra com Terry: um cidadão se aproximou e perguntou o que ocorria na praça – no caso, inauguração da superloja do Pan. O homem mostrou desinteresse e começou a falar do desempenho do Canadá na Copa do Mundo de futebol feminino, que também é disputada no país da América do Norte.

O Terra conversou com outras pessoas que compravam ingressos, que mostravam a mesma tendência de Terry. “Estamos animados com os Jogos, mas acho que Toronto não está muito empolgada. Em breve, mais perto do Pan, talvez aumente a animação”, contaram Terry O’Brien e John Welton. Até aqui, estão esgotados os ingressos apenas para a cerimônia de abertura, hipismo, ciclismo e boliche, além de finais de diversso esportes.

Terry O'Brien e John Welton mostraram animação para os Jogos
Terry O'Brien e John Welton mostraram animação para os Jogos
Foto: Eduardo Palacio / Terra

O casal ainda foi além e relatou que há cidadãos deixando Toronto durante o mês de julho justamente por causa do Pan. O motivo? O trânsito, que ganhará faixas exclusivas para os Jogos e promete ficar ainda mais caótico do que já é. Terry, em específico, mostra indignação. “Nós pagamos impostos e não temos esse benefício”, reclamou.

É bem verdade, os dois não sabiam muito bem que atletas estariam nos Jogos. John Welton chegou a citar os jamaicanos do atletismo com destaque, mas ao ser avisado que grandes nomes do esporte mundial – como Michael Phelps e Usain Bolt – não disputariam o Pan, fez cara de desânimo, junto à mulher. “Não fale isso alto, vai afugentar os outros compradores”, brincou.  

 

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade