1 evento ao vivo
Logo do Jogos Pan-Americanos
Foto: terra

Jogos Pan-Americanos

“Ex-coroinha”, judoca leva 1ª medalha do Brasil do Pan

Judoca começou no esporte graças a aulas de um sacerdote em Atibaia, que era faixa preta no esporte

11 jul 2015
21h20
atualizado às 23h44
  • separator
  • 0
  • comentários

A convocação para o Pan veio de surpresa para Nathalia Brígida. Tendo como principal adversária em sua categoria, a campeã olímpica Sarah Menezes, a judoca de apenas 22 anos acreditava que as chances de estar em Toronto eram pequenas. Mas por uma decisão da comissão técnica, que resolveu levar para o Canadá a novata e deixar a mais experiente treinando para o Mundial da categoria, coube a Nathalia entrar para história como a primeira medalhista brasileira no Pan de 2015.

Nathalia Brígida, que desbancou Sarah Menezes na convocação para o Pan, conquistou a primeira medalha do Brasil em Toronto
Nathalia Brígida, que desbancou Sarah Menezes na convocação para o Pan, conquistou a primeira medalha do Brasil em Toronto
Foto: Eduardo Palacio / Terra

A medalha de bronze veio neste sábado com vitória sobre a equatoriana Diana Cobos,por conta de dois yukos conquistados nos minutos finais do confronto. Após a conquista, Nathalia comemorou demais e dedicou a conquista para a técnica Rosicleia Campos. Ela foi saudada pelos torcedores brasileiros que compareceram em peso no complexo em Mississauga, há cerca de uma hora de Toronto.

Porém, o bronze por pouco não seria ouro ou prata. Isto porque, Nathalia fez uma luta acirrada com a argentina Paula Pareto, em que os torcedores brasileiros criticaram muito a decisão da arbitragem de advertir a brasileira nos segundos finais.

O começo de carreira de Nathalia Brígida, que vira uma sombra de Sarah Menezes na categoria ligeiro (até 48 kg), é inusitado. A brasileira começou a lutar judô quando era coroinha de uma igreja em Atibaia. O sacerdote da igreja era faixa preta de judô e dava aulas para Nathalia e outras crianças em uma das sala que tinha no local.

De lá em diante, o amor pelo esporte cresceu e os resultados começaram a aparecer. Foram títulos brasileiros de junior e sub-23, além de três pratas em etapas da Copa do Mundo de judô, o que colocam a novata a cada dia que passa uma pedra de tamanho maior no sapato de Sarah Menezes. 

 

Ranking Geral - País Ouro Prata Bronze TOTAL
Canadá 4 2 2 8
Estados Unidos 3 0 4 7
México 2 4 1 7
Colômbia 2 3 2 7
Brasil 1 2 1 4
Veja o quadro completo aqui
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade