9 eventos ao vivo
Logo do Jogos Pan-Americanos
Foto: terra

Jogos Pan-Americanos

Ana Cláudia sofre lesão em eliminatória e abandona Pan

23 jul 2015
12h20
atualizado às 15h32
  • separator
  • 0
  • comentários

A brasileira Ana Cláudia Lemos, recordista sul-americana dos 200m rasos, abandonou a prova nas eliminatórias dos Jogos Pan-Americanos de Toronto 2015. Ela sentiu uma lesão na parte final da segunda bateria classificatória e precisou de ajuda de um voluntário da organização para deixar a pista, já descalça, no Estádio Pan-Americano.

Dores impediram que a atleta brasileira terminasse a prova
Dores impediram que a atleta brasileira terminasse a prova
Foto: Wagner Carmo / Inofavoto / Gazeta Press

Ana Cláudia disputou os 200m poucas horas depois da final dos 100m, realizada na noite de quarta-feira. Também recordista sul-americana da prova mais curta do atletismo, ela ficou com a sétima colocação do Pan. Sua compatriota Rosângela dos Santos ficou com o quarto posto. Ela também integraria o time nacional do revezamento 4x100m.

"Saio frustrada porque sei o quanto treinei, me dediquei e hoje estou fora da competição, do revezamento. Saio triste por isso. Treinei muito, me dedico muito e você não tem controle sobre isso", disse Ana Cláudia, com os olhos marejados, a Sportv.

Ana Cláudia saiu da pista chorando por causa da lesão
Ana Cláudia saiu da pista chorando por causa da lesão
Foto: Wagner Carmo / Inofavoto / Gazeta Press

Segundo a velocista brasileira, uma dor na coxa direita a incomodou na saída da curva e entrada na reta, quando ocupava a segunda colocação. Por isso, ela diminuiu o ritmo. Ao perceber a aproximação de uma atleta concorrente, resolveu acelerar novamente e aí sentiu a lesão, que pode lhe tirar também do Campeonato Mundial da modalidade, em Pequim.

"Eu estava na minha melhor forma física, vinha melhorando meus resultados em treinamento. A chateação é porque sei o quanto trabalhei esse ano, foi muito duro. Agora vou me recuperar e chegar bem no Rio", completou, referindo-se às Olimpíadas do Rio de Janeiro, em 2016.

Na mesma prova em que Ana Cláudia sentiu a lesão, o Brasil avançou com Vitória Cristina Silva Rosa às semifinais. Com 23s36, ela ficou com a quarta posição da primeira bateria do dia. O melhor tempo das eliminatórias foi da trinitina Kamaria Durant, 22s74.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade