PUBLICIDADE

Jogos de Paris

O melhor do Brasil nos Jogos Pan-Americanos

Veja os grandes resultados do país na competição realizada em Santiago, no Chile

23 out 2023 - 01h45
(atualizado às 16h58)
Compartilhar
Exibir comentários
A equipe de ginástica artística do Brasil conquista a prata no Pan de Santiago; todas as brasileiras se classificam para as finais individuais
A equipe de ginástica artística do Brasil conquista a prata no Pan de Santiago; todas as brasileiras se classificam para as finais individuais
Foto: Ricardo Bufolin / CBG / Esporte News Mundo

Os Jogos Pan-Americanos começaram oficialmente na sexta-feira, dia 20. Esse colunista que vos escreve está acompanhando (quase) tudo da competição. Continuarei dando minha humilde opinião no futebol obviamente, porém, o Pan não pode ser ignorado. O Brasil já brilhou e brilha em muitas modalidades, como skate, vôlei, natação e até beisebol.

Apenas vou passar agora o que brasileiras e brasileiros terão nessa segunda-feira, dia 23. Na Natação, as classificatórias serão às 8h40 (horário de Brasília) e as finais às 16h. Às 11h, as provas dos atletas do Trampolim de 3 metros masculino pedem passagem. As finais da ginástica, do remo, do esqui e de outras modalidades também acontecem hoje. 

A seleção de futebol estreia nessa 'segundona' contra os Estados Unidos, às 18h, no horário de Brasília. 

Antes de tudo isso, que tal se informar um pouco mais sobre os primeiros dias da competição? Vamos lá. 

Ginástica

No domingo, na prova por equipes da ginástica artística feminina, o Brasil ficou com a prata. Nossas atletas perderam para os Estados Unidos e ficaram na frente da forte equipe do Canadá (bronze). Rebeca Andrade, Flávia Saraiva, Jade Barbosa, Carolyne Pedro e Júlia Soares conseguiram mais um resultado importante após a prata no Mundial da Antuérpia.

Jade e Flávia disputam o individual geral já nesta segunda-feira, 23. Nossa medalhista de ouro e prata nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2021, Rebeca Andrade se classificou nos três aparelhos que disputou: salto, trave e paralelas. Flavinha vai para as finais de solo, paralelas e trave, também. Júlia Soares estará nas decisões pan-americanas do solo e da trave.

Skate

No domingo, Raicca Ventura ficou na segunda posição no Park. A canadense Fay Ebert, de 13 anos, conquistou o ouro e a estadunidense Bryce Wettstein conseguiu o bronze. A brasileira estava em quarto lugar até a terceira tentativa. Raicca foi a última a competir no Pan. Falhou nas duas primeiras vezes ao cair na pista faltando poucos segundos para o término das apresentações. Alcançou a nota 8,4 e só ficou atrás de Ebert. Raicca era favorita, mas, naquela altura, a prata se mostrou um grande presente.

No masculino, Augusto Akio conquistou a prata no skate park em Santiago também. 

No sábado, Rayssa Leal e Pâmela Rosa fizeram uma dobradinha, ou seja, ouro e prata respectivamente. Já o cearense Lucas Rabelo conquistou o segundo ouro do skate brasileiro, no street. Nordestinos mandam nessa modalidade! 

Natação

Equipe brasileira de revezamento misto 4x100 livre leva a medalha de ouro no Pan
Equipe brasileira de revezamento misto 4x100 livre leva a medalha de ouro no Pan
Foto: Lance!

O Revezamento misto 4x100m livre, formado por Guilherme Caribé, Ana Carolina Vieira, Stephanie Balduccini e Marcelo Chierighini conquistou o ouro e bateu o recorde pan-americano. Na modalidade, o Brasil ainda levou duas pratas e dois bronzes.

A equipe brasileira venceu fortes rivais dos Estados Unidos e Canadá, e a modalidade ainda conquistou mais duas medalhas de prata e duas de bronze. 

Ciclismo

No ciclismo BMX, Priscilla Stevaux ficou na quarta posição. Paola Reis caiu e cruzou a linha de chegada no oitavo lugar.

Beisebol! Sim! O Beisebol!

O Brasil venceu a Colômbia por 8 a 7. A seleção derrotou a Venezuela, forte equipe, na estreia, e conquistou a segunda vitória consecutiva pela primeira fase da competição. Inacreditável.

Abraços pan-americanos.

Fonte: PV Ferreira PV Ferreira é editor e jornalista esportivo com experiência em coberturas do futebol brasileiro, sul-americano e europeu, além das modalidades olímpicas e paralímpicas. As visões do colunista não representam a visão do Terra.
Compartilhar
Publicidade
Publicidade