PUBLICIDADE

Atleta ucraniana abandona prova nas Paralimpíadas após o pai ser capturado pelo exército russo

Anastasiia Laletina deixou prova de meia distância do biatlo depois de saber que seu pai foi capturado e espancado por tropas russas

9 mar 2022 13h34
ver comentários
Publicidade

Após receber a informação de que seu pai havia sido capturado pelo exército da Rússia, Anastasiia Laletina, de apenas 19 anos, desistiu de competir na prova do biatlo de meia distância da categoria sentada, nas Paralimpíadas de Inverno de Pequim.

Atleta foi surpreendida com a informação - Foto: Michael Steele
Atleta foi surpreendida com a informação - Foto: Michael Steele
Foto: Lance!

Nesta terça-feira (08), a porta-voz da equipe ucraniana, Nataliia Harach, informou que Laletina está descansando e recebendo apoio da equipe médica do país.

- O pai dela é um soldado do exército ucraniano e [foi feito] prisioneiro por soldados russos. Eles o espancaram. Ela estava muito chateada e não pôde participar da corrida - relatou Nataliia Harach.

Segundo o site oficial das Paralimpíadas, Laletina continua inscrita para participar do evento de esqui cross-country, contudo não se sabe se ela estará presente.

Ainda segundo a porta-voz da equipe ucraniana, a casa de um dos técnicos da seleção ucraniana foi bombardeada em Kharkiv nos últimos dias. Dmytro Suiarko, que também disputa as Paralimpíadas, foi mais um atleta afetado pela invasão à Ucrânia. O atleta conquistou a medalha de bronze na prova de meia distância para deficientes visuais um dia depois de sua casa ser bombardeada durante ataques do exército russo.

Lance!
Publicidade
Publicidade