PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Jogos de Paris

Em busca das Olimpíadas e Top 3, Brasil inicia participação nos Jogos Pan-Americanos 2023

Para os jogos em Santiago, no Chile, o Brasil conta com a maior delegação da história do país em uma competição no exterior

19 out 2023 - 12h34
(atualizado às 16h31)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Divulgação / COB / Gazeta Esportiva

Os Jogos Pan-Americanos de Santiago começarão oficialmente nesta sexta-feira, quando o Time Brasil entra no Estádio Nacional do Chile para a cerimônia de abertura. A maior delegação da história do país em uma competição no exterior, com mais de mil pessoas - sendo 621 atletas (342 homens e 279 mulheres) - vai em busca de dois grandes objetivos: vagas olímpicas para Paris 2024 e a manutenção entre as três principais potências do continente no quadro de medalhas.

"O trabalho foi desenvolvido para que haja evolução da participação brasileira nos Jogos Pan-americanos. Temos sempre por objetivo evoluir em nossas participações nas principais competições em que organizamos a delegação brasileira. Nosso produto é a medalha e somos responsáveis por traçar estratégias para melhorar sempre e potencializar nossas chances de classificação e bons resultados", afirmou Rogério Sampaio, diretor-geral do COB e chefe da missão brasileira em Santiago.

"Atletas já chegaram, a estrutura toda montada, serviços médicos, fisioterápicos, área de saúde mental, enfim, todas as áreas disponíveis aos atletas. Agora é isso, estamos assim, nesse misto de ansiedade e confiança para o início da competição", completou.

Os Jogos Pan-americanos de Santiago são importante janela de classificação para os Jogos Olímpicos Paris 2024, com 33 modalidades distribuindo vagas, ou pontos para o ranking olímpico ou valendo marcas. Serão 21 modalidades com classificações direta, além de outras 12 com pontuações significativas para o ranking. Atualmente, o Brasil já conta com 105 vagas para os Jogos Olímpicos do ano que vem.

Outro grande objetivo do COB no Pan é a manutenção do país entre os três primeiros colocados no quadro de medalhas. Na última edição, em 2019, o Brasil ficou em segundo, quebrando os recordes de medalhas de ouro (54) e do total de pódios (169), atrás somente dos Estados Unidos. Além disso, foram conquistadas 29 vagas olímpicas.

A delegação brasileira em Santiago vem forte, com representantes em 60 modalidades. Medalhistas olímpicos, mundiais e grandes nomes do esporte brasileiro estarão presentes, como Rebeca Andrade e Arthur Nory, da ginástica artística; Ana Marcela Cunha, das águas abertas; Isaquias Queiroz, da canoagem velocidade; Darlan Romani, do atletismo; Bia Ferreira e Abner Teixeira, do boxe; Rafaela Silva, Rafael Silva, Ketleyn Quadros e Daniel Cargnin do judô; Duda e Ana Patrícia, do vôlei de praia; Rayssa Leal e Pâmela Rosa, do skate; Maicon Andrade, do taekwondo; Doda e Rodrigo Pessoa, do hipismo saltos; Felipe Wu, do tiro esportivo; Martine Grael e Kahena Kunze, da vela; Marcus D'Almeida, do tiro com arco; Luisa Stefani, do tênis; Hugo Calderano, do tênis de mesa, e muitos outros.

Os Jogos Pan-americanos Santiago 2023 acontecem entre 20 de outubro e 5 de novembro, reunindo mais de sete mil atletas de 41 países do continente, e terão transmissão do Canal Olímpico do Brasil.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Compartilhar
Publicidade
Publicidade