0

Brasil toma susto, mas vira na estreia do futebol de 5

9 set 2016
10h42
atualizado às 12h10
  • separator
  • 0
  • comentários

A Seleção Brasileira de futebol de 5 começou bem a sua busca pelo tetracampeonato paralímpico. Enfrentando o Marrocos, o time verde e amarelo contou com o inesperado gol adversário no primeiro tempo, mas teve tranquilidade para conquistar a virada na etapa complementar e garantir o primeiro triunfo, por 3 a 1, nessas Paralimpíadas.

O primeiro tempo contou com o amplo domínio brasileiro na partida. Tendo Ricardinho e Nonato como duas peças-chave para chegar ao gol adversário, a Seleção Brasileira esteve perto, mas não teve sucesso na tentativa de abrir o placar. Apesar da inferioridade na partida, foi Marrocos quem balançou as redes e assumiu a vantagem.

De virada, o Brasil derrotou Marrocos em sua estreia na disputa do futebol de 5 (para deficientes visuais)
De virada, o Brasil derrotou Marrocos em sua estreia na disputa do futebol de 5 (para deficientes visuais)
Foto: Reprodução/Instagram

Hattab aproveitou a bobeira na defesa e de costas para o gol fez belo giro para colocar a bola no cantinho do goleiro Luan aos 12 minutos do primeiro tempo. Atrás no marcador, o Brasil seguiu melhor no confronto e se já pressionava antes do revés, agora a equipe tinha uma presença ainda maior no ataque.

A primeira grande chance da equipe brasileira aconteceu após uma falha do goleiro marroquino, que colocou a mão na bola fora da área e acabou proporcionando um pênalti para os anfitriões. Na cobrança, Nonato bateu no canto direito de Bara, mas o arqueiro marroquino protagonizou boa defesa para evitar o tento. Minutos mais tarde, foi a vez de Ricardinho ser derrubado após driblar três adversários e sofrer novo pênalti. Novamente Bara pulou no canto direito para bloquear a segunda cobrança verde e amarela.

Antes do fim do primeiro tempo Nonato ainda tentou balançar as redes duas vezes na mesma jogada, a segunda carimbando a trave rival, no entanto, a seleção marroquina parecia mesmo estar em um dia iluminado e o Brasil acabou indo para o intervalo com a desvantagem de 1 a 0 no placar.

Os treinadores Fabio Vasconelos e Felipe Luis aproveitaram bem o intervalo para realizarem alguns ajustes e na volta para a etapa complementar a Seleção Brasileira se tornou ainda mais agressiva. Com isso, não demorou muito para a equipe da casa chegar ao empate. Aos cinco minutos Ricardinho, em bela jogada individual, recebeu na ponta esquerda e conduziu até próximo à meta marroquina para soltar um torpedo cruzado, sem chances para o goleiro Bara.

Dez minutos depois foi a vez de Jefinho garantir a virada verde e amarela. Após ameaçar levar a jogada para dentro, o brasileiro explorou o espaço deixado pela zaga marroquina no lado direito e com forte chute cruzado venceu o goleiro adversário, colocando os atuais tricampeões olímpicos na frente do marcador pela primeira vez no jogo. Mais calmos na partida, os brasileiros logo em seguida conseguiram o terceiro gol com Nonato, que não teve dificuldades para conduzir e meter a bola entre as pernas do goleiro, fazendo 3 a 1.

Sem mais sustos, o Brasil se manteve concentrado e demonstrou consistência dentro da quadra para assegurar a estreia com o pé direito nos Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro.

 

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade