0

Prefeito de Londres comemora legado da Olimpíada sem "elefantes brancos"

25 jul 2013
15h21
atualizado às 15h21
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Londres tenta se esforçar para aproveitar obras da Olimpíada
Londres tenta se esforçar para aproveitar obras da Olimpíada
Foto: Cecília Bergamaschi / Especial para Terra

O prefeito de Londres, Boris Johnson, acredita ter calado muitos dos que colocaram em cheque os benefícios da Olimpíada de 2012. Para ele, mesmo as famílias de baixa renda da zona leste da capital, local do parque olímpico, estão sendo beneficiadas com os investimentos públicos e privados do evento.

“Um ano depois do evento, estamos desafiando os céticos que profetizavam uma manada de elefantes brancos” disse ele em coletiva à imprensa nesta quinta-feira. Além de investimentos na infraestrurura da região leste da capital, Johnson destaca a criação de empregos e incentivo para pequenas empresas locais.

A prefeitura de Londres, em conjunto com a Comissão de Legado das Olimpíadas, irá reformar o Estádio Olímpico para que possam ser sediados eventos de várias modalidades.

Os planos para o local incluem um contrato de 41 milhões de libras (R$142 milhões) com Balfour Beatty Group para a renovação do telhado do estádio. O Parque Olímpico deverá ganhar 11.000 casas, sendo que 10 mil empregos serão gerados, de acordo com a prefeitura.

A construção da maior área coberta para ski do Reino Unido também foi anunciada na coletiva. A obra, sob responsabilidade do shopping center Westfield, deve ser concluída em cerca de dois anos.

Embora o legado da Olimpíada de 2012 só possa ser completamente avaliado em cinco ou dez anos, Londres tornou-se mais atraente tanto para turistas como para investidores, acredita Hugh Robertson, ministro inglês dos Esportes. A economia britânica recebeu 9,9 bilhões de libras (R$34,3 bilhões) por conta dos Jogos, diz o governo.

Veja também:

Colunista do L! alerta para privilégio de torcida organizada em jogo do Palmeiras
Fonte: Especial para Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade