PUBLICIDADE

De novo titular, goleiro se diz pronto para parar EUA

27 fev 2010 21h57
Publicidade

Em 21 de fevereiro, Roberto Luongo perdeu a chance de enfrentar os Estados Unidos pelo hóquei olímpico pois estava na reserva de Martin Brodeur. De volta ao time titular do Canadá, o goleiro comemora a boa fase e se diz pronto para pegar os americanos buscando a sonhada medalha de ouro em Vancouver.

Barrado mesmo após o passeio por 8 a 0 imposto sobre a Noruega na abertura da Olimpíada, Luongo só foi recuperar seu posto depois que Brodeur foi apontado como culpado pela derrota por 5 a 3 para os EUA.

Agora em alta, o goleiro se encheu de confiança especialmente na última sexta-feira, quando foi decisivo para a vitória por 3 a 2 nas semifinais, diante da Eslováquia. Nesse jogo, os europeus tinham desvantagem de três gols até o terceiro e último tempo, quando reagiram e, nos últimos cinco minutos da partida, impuseram uma impressionante sequência de ataques que foi chamada simplesmente de "divertida" pelo principal alvo dos chutes.

"Eles jogavam tudo na minha direção", disse Luongo. "Eles tiveram um esforço final que foi muito grande. Acabou sendo o mais divertido que já vivenciei em anos".

A bela atuação, de qualquer forma, não confirma o status de herói canadense ganho pelo goleiro para sempre - quem sabe bem disso é Brodeur, substituído somente uma partida após ter defendido três shootouts da Suíça. Apesar disso, Luongo se diz "pronto" para a decisão contra os EUA, marcada para as 17h15 (de Brasília) deste domingo.

"Mal posso esperar. Aguardei minha vida toda por isso", afirmou o jogador, 30 anos, que atua no Vancouver Canucks, da NHL (liga americana de hóquei).

Entenda o torneio de hóquei no gelo dos Jogos de Inverno

Esporte mais popular do Canadá, país-sede da Olimpíada, o hóquei no gelo é disputado em três tempos de 20 minutos, com o relógio parando a cada interrupção da partida e 15 minutos de intervalo após o primeiro e o segundo período. As equipes se enfrentam em times de seis jogadores e tentam acertar o gol adversário com uma espécie de disco (puck).

Em Vancouver, os 12 países participantes foram divididos em três chaves de quatro. O vencedor de cada grupo avança à fase final, disputada em mata-mata. Em caso de empate após os três tempos, os times se enfrentam em prorrogação com "gol de ouro". Nova igualdade e a disputa vai para os pênaltis.

Jogos Olímpicos de Inverno no Terra

O Terra transmite ao vivo a competição em 15 canais simultâneos de vídeo. Além disso, os usuários têm a possibilidade de assistir novamente a todo o conteúdo a qualquer momento. Todo o acesso é gratuito.

Uma equipe de 60 profissionais está encarregada de fazer a cobertura direto de Vancouver e dos estúdios do Terra, em São Paulo, no Brasil, com as últimas notícias, fotos, curiosidades, resultados e bastidores da competição.

A equipe conta com a participação do repórter especialista em esportes radicais Formiga - com 20 anos de experiência em modalidades de neve -, e o pentacampeão mundial de skate Sandro Dias, que comenta a competição em seu blog no Terra.

No celular
wap: wap.terra.com.br
Iphone e smartphones: m.terra.com.br/vancouver

Hóquei no Gelo (M) - CAN 3 x 2 SVK - Semifinal:
Fonte: Terra
Publicidade