PUBLICIDADE

Seleção do Irã

Favoritar Time

Jogador iraniano escapa da pena de morte, mas é condenado a 26 anos de prisão

9 jan 2023 - 15h16
Compartilhar
Exibir comentários

O jogador iraniano Amir Nasr-Azadani, de 26 anos, corria o risco de ser sentenciado à morte por enforcamento depois de participar de protestos em defesa dos direitos das mulheres no Irã. Com o apelo de pessoas e instituições por todo o mundo, a sentença foi definida em 26 anos de prisão.

Foto: ( Divulgação/Amir Nasr-Azadani) / Gazeta Esportiva

Em novembro de 2022, o jogador participou de protesto após a morte de Mahsa Amini, que acabou com três policiais mortos. Outros três envolvidos no ocorrido foram sentenciados a morte e uma quarta pessoa a dois anos de prisão.

O período foi marcado por diversos protestos no Irã, reivindicando direitos às mulheres. Artistas e atletas do país passaram a integrar o movimento, inclusive jogadores da seleção de futebol, que, durante a Copa do Mundo na Catar, se recusaram a cantar o hino do país em algumas partidas.

Jogador profissional desde 2015, Azadani jogou por cinco clubes, todos iranianos. Atualmente, o atleta tem contrato com o Iranjavan FC.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Compartilhar
Publicidade
Publicidade