PUBLICIDADE
Logo do

Seleção Inglesa

Meu time

Grealish rebate crítica de Roy Keane após final da Eurocopa

Cobrado por ídolo do Manchester United, meia da Inglaterra afirmou que chegou a pedir para bater uma das cobranças de pênalti contra Itália

12 jul 2021 11h56
| atualizado às 13h51
ver comentários
Publicidade

Após a Inglaterra perder a Eurocopa para a Itália nos pênaltis, por 3 a 2, depois de empate por 1 a 1 no tempo normal normal e na prorrogação, no último domingo, no estádio de Wembley, em Londres, torcedores e comentaristas criticaram o técnico da seleção inglesa, Gareth Southgate.

Jack Grealish aplaude os torcedores ingleses após derrota sofrida na final da Eurocopa
Jack Grealish aplaude os torcedores ingleses após derrota sofrida na final da Eurocopa
Foto: Nick Potts/Reuters

A desaprovação está relacionada, sobretudo, à sequência de jogadores do time nacional que bateram as penalidades máximas. Marcus Rashford, de 23 anos, Jadon Sancho (21) e Bukayo Saka (19) foram os escolhidos para as três últimas cobranças. Todos erraram.

O ex-jogador do Manchester United e agora comentarista da Sky Sports, Roy Keane, afirmou que um atleta como Bukayo Saka não deveria efetuar a última cobrança. Desta forma, o irlandês e ídolo do tradicional clube criticou dois jogadores da seleção inglesa: "Se você é [Raheem] Sterling ou [Jack] Grealish, não pode ficar sentado e ver um jovem bater um pênalti antes de você".

Grealish, porém, não ficou calado e garantiu que chegou a pedir a Gareth Southgate que fosse o batedor de uma das cobranças da seleção inglesa na disputa decisiva contra a Itália. "Eu disse que queria ter batido um!!!! O Gaffer (Southgate) tomou tantas decisões certas neste torneio e ele tomou esta nesta noite! Mas eu não vou permitir que as pessoas digam que eu não queria bater um pênalti quando eu disse que  queria", afirmou o meio-campista.

O atleta de 25 anos, que defende o Aston Villa no futebol inglês, também manifestou a sua decepção pelo fato de a Inglaterra ter sido derrotada nos pênaltis na final de domingo. "Absolutamente arrasado. Não consigo explicar o que significa pessoalmente a forma como os torcedores agiram nas últimas sete semanas. Para cada um de vocês, espero poder retribuir", escreveu o jogador em sua página no Instagram, se referindo à torcida inglesa.

 

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade