PUBLICIDADE
AO VIVO
Terraiá ao vivo: assista ao show do Forró da Gota direto de Salvador

Gabriel Melone bate índice do CPB para Paris no Circuito Nacional

16 mai 2024 - 21h18
Compartilhar
Exibir comentários

O nadador paulista Gabriel Melone nadou abaixo do índice estabelecido pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), um dos critérios de qualificação para os Jogos Paralímpicos de Paris-2024. Na tarde desta quinta-feira (16), o atleta completou a prova dos 50m borboleta para a classe S6 (comprometimento físico-motor) em 32s49, durante as finais da Primeira Etapa Nacional do Circuito Loterias Caixa de natação paralímpica.

Gabriel Melone
Gabriel Melone
Foto: ( Marcello Zambrana/CPB) / Olimpíada Todo Dia

+ SIGA O OTD NO , TWITTER, ,  E FACEBOOK

Gabriel, que esteve nos Jogos de Tóquio-2020 e busca sua segunda participação no megaevento, obteve a marca durante as provas da tarde no Circuito, com um tempo dois centésimos abaixo do índice do CPB, de 32s51. "Estou muito feliz. Este era um grande objetivo meu e de minha comissão. Agora, até agosto é trabalhar, continuar nessa pegada que está muito boa para colher frutos bons em Paris. Para conseguir esse índice, trabalhei os detalhes. Meu treinador gravou a prova das eliminatórias e estudamos o vídeo para ver que eu estava pecando no final da prova. Tive tempo de descansar e fazer os ajustes para chegar a este resultado", afirmou o atleta.

Esta é a segunda e última Seletiva da modalidade para os Jogos Paralímpicos de Paris. A primeira foi o Open Internacional de natação, que também ocorreu no CT Paralímpico, entre os dias 2 e 4 de maio. Na ocasião, 27 nadadores conseguiram tempos melhores do que as marcas exigidas pelo CPB. Os nadadores que irão representar o país na França serão anunciados somente em convocação oficial, que deve acontecer entre os meses de junho e julho.

Destaque no feminino

Além disso, outra destaque do Circuito Nacional foi a carioca Lídia Cruz, da classe S4 (comprometimento físico-motor), que nadou os 50m costas em 52s81, seu melhor tempo do ano e terceiro do ranking mundial na temporada. Ela é uma das atletas que já bateram o índice do CPB no Open Internacional, quando nadou os mesmos 50m costas em 53s48, enquanto a marca exigida em sua classe é de 54s39. "Estou muito feliz com meu tempo. Como já consegui o índice na competição passada, nadei muito mais leve. Meu objetivo é seguir nadando o melhor possível até Paris", disse a atleta.

*Com informações do Comitê Paralímpico Brasileiro

Olimpíada Todo Dia
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade