PUBLICIDADE

Virada de mesa? Liga resgataria Vasco, Botafogo e Cruzeiro

Tema polêmico já agita bastidores do grupo que pretende controlar as Séries A e B do Brasileiro

2 jul 2021 09h50
ver comentários
Publicidade

Os articuladores da embrionária liga nacional de clubes negam a possibilidade de desrespeito ao critério técnico na composição dos 20 times da Série A para 2022, caso haja tempo de se organizar já no ano que vem o primeiro campeonato sob controle da entidade. Mas, entre presidentes de clubes, existe um burburinho de que Vasco, Botafogo e Cruzeiro poderiam ser beneficiados com a volta para a elite em 2022 mesmo que não consigam isso em campo – os três disputam a Série B e não fazem boa campanha.

Se essa hipótese vingar, seria uma nova virada de mesa no futebol brasileiro, o que é corrente na história da principal competição esportiva do País, muito embora desde o início do modelo de pontos corridos, em 2003, o fato não houvesse se repetido.

Clubes grandes poderiam se unir, por meio da liga, para beneficiar seus pares que não conseguirem acesso à elite
Clubes grandes poderiam se unir, por meio da liga, para beneficiar seus pares que não conseguirem acesso à elite
Foto: Reprodução/Facebook / Estadão Conteúdo

O Terra apurou que o assunto foi abordado em conversa preliminar entre quatro presidentes de clubes que figuram atualmente entre os 40 das Séries A e B. Um deles contou à reportagem que o tema é espinhoso e que o ideal seria que o trio de gigantes conseguisse este ano o acesso em campo, sem precisar de um empurrão extra.

“Existe essa questão sim, com muita discrição. Ninguém quer falar disso, até porque a liga nem foi formalizada ainda. Mas o que se quer é realmente a presença de Vasco, Botafogo e Cruzeiro no grupo de cima já em 2022. Vamos aguardar”, disse ao Terra um desses dirigentes, que representa um clube do Nordeste e pediu anonimato.

Papo de Arena Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. 
Publicidade
Publicidade