PUBLICIDADE

Vanderlei brilha nos pênaltis, Vasco bate Botafogo e conquista a Taça Rio

Time cruzmaltino perde por 1 a 0 no tempo normal, mas vê o goleiro defender os três pênaltis botafoguenses e fatura o título

22 mai 2021 18h16
| atualizado às 18h16
ver comentários
Publicidade

Com três defesas de Vanderlei na disputa de pênaltis, o Vasco da Gama conquistou o título da Taça Rio na tarde deste sábado mesmo depois de perder para o Botafogo, por 1 a 0, no tempo normal, em jogo realizado no estádio São Januário.

A Taça Rio deste ano nada mais foi do que um prêmio de consolação para os times que ficaram entre o quinto e o oitavo lugar no Campeonato Carioca. O título garante ao Vasco uma premiação de R$ 1 milhão.

O Vasco tinha a vantagem do empate depois de ter vencido o jogo de ida, no Engenhão, por 1 a 0, com gol de Cano. Mas o Botafogo devolveu o placar e levou a decisão para os pênaltis. Na disputa, o time cruzmaltino levou a melhor graças à estrela de Vanderlei, que pegou três cobranças, e ganhou por 3 a 0.

Agora, os dois times se preparam para o primeiro compromisso na Série B do Brasileiro. O Vasco recebe o Operário, às 11 horas do próximo sábado, em São Januário, no Rio de Janeiro. Na sexta-feira, o Botafogo enfrenta o Vila Nova, às 21h30, no Onésio Brasileiro Alvarenga, em Goiânia.

O primeiro tempo em São Januário deixou a desejar. Precisando da vitória para levar a decisão para os pênaltis, o Botafogo começou pressionando o Vasco, mas esbarrava nas próprias limitações, com muitos erros de passe. Quando acertou, quase abriu o placar.

Em contra-ataque puxado por Ronald, Navarro chutou forte e exigiu grande defesa de Vanderlei. Jogando com o regulamento, o Vasco só foi criar uma boa oportunidade no fim do primeiro tempo. Aos 45, Zeca arriscou de fora da área e Douglas Borges espalmou.

O panorama da partida mudou depois do intervalo. O Vasco voltou mais ligado para o segundo tempo e assustou com Gabriel Pec e Zeca. No entanto, o time sofreu um apagão após a parada técnica e viu o Botafogo abrir o placar aos 26 minutos.

Navarro chutou firme, Vanderlei fez a defesa parcial e o zagueiro Gilvan completou o rebote de cabeça. O Vasco sentiu o gol e escapou de perder o título da Taça Rio ainda no tempo normal. Matheus Frizzo e Felipe Ferreira estiveram próximos de ampliar para o Botafogo.

A vitória simples botafoguense acabou levando a decisão para os pênaltis. Foi então que brilhou a estrela de Vanderlei, que defendeu as cobranças de Pedro Castro, Felipe Ferreira e Matheus Frizzo. Andrey, Zeca e Gabriel Pec converteram para o Vasco, campeão de um torneio de importância simbólica.

FICHA TÉCNICA

VASCO 0 (3) X (0) 1 BOTAFOGO

VASCO - Vanderlei; Léo Matos, Ernando, Ricardo Graça e Zeca; Andrey, Galarza (Romulo) e Morato (Figueiredo); Gabriel Pec, Léo Jabá (Juninho) e Cano. Técnico: Marcelo Cabo.

BOTAFOGO - Douglas Borges; Warley, Kanu, Gilvan e Paulo Victor (Rafael Carioca); Romildo (Matheus Frizzo), Pedro Castro e Ricardinho (Felipe Ferreira); Marco Antônio, Ronald e Rafael Navarro. Técnico: Marcelo Chamusca.

GOL - Gilvan, aos 26 minutos do segundo tempo

ÁRBITRO - Maurício Machado Coelho Junior

CARTÃO AMARELO - Warley (Botafogo)

LOCAL - Estádio São Januário, no Rio de Janeiro (RJ).

Estadão
Publicidade
Publicidade