PUBLICIDADE

Ronaldinho é "punido" com reserva, mas Querétaro vai à final

25 mai 2015 01h50
| atualizado às 07h45
ver comentários
Publicidade

A atitude de Ronaldinho no jogo de ida da semifinal do Torneio Clausura mexicano, quando o brasileiro se irritou ao ser substituído e foi embora do estádio ainda no primeiro tempo, não caiu bem com o técnico do Querétaro, Víctor Manuel Vucetich. No domingo, o brasileiro não saiu do banco de reservas na partida de volta com o Pachuca. Mesmo sem sua principal estrela, porém, o Querétaro devolveu os 2 a 0 que havia levado no primeiro duelo e se classificou de forma inédita à final, por ter tido melhor campanha que o adversário na primeira fase.

Ronaldinho aqueceu, mas não saiu do banco na vitória por 2 a 0 do Querétaro
Ronaldinho aqueceu, mas não saiu do banco na vitória por 2 a 0 do Querétaro
Foto: Christian Palma / AP

Os gols da classificação foram marcados por Sepúlveda e Bornstein. O adversário na final será o Santos Laguna, que eliminou o Chivas Guadalajara com uma vitória por 3 a 0, após empate sem gols no jogo de ida.

O Santos, criado em 1983, fará sua décima decisão do campeonato em sua história, sob o comando do português Pedro Caixinha, enquanto o Querétaro, fundado em 1950, vai para sua primeira final. O técnico Vucetich, porém, tem experiência no Campeonato Mexicano e já conquistou cinco títulos.

Jogadores do Querétaro comemoram classificação heroica e inédita à final do Clausura
Jogadores do Querétaro comemoram classificação heroica e inédita à final do Clausura
Foto: José Mendez / EFE

Ronaldinho chegou a pedir desculpas pelas redes sociais à torcida do Querétaro após abandonar o estádio em meio à derrota do time no jogo de ida da semifinal. Segundo o meia de 35 anos, sua atitude foi motivada pela "paixão do futebol" e pela "vontade de sempre vencer". Resta saber se, depois da classificação heroica sem sua presença, o brasileiro vai recobrar a titularidade para a grande decisão.

Com informações de EFE

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade