PUBLICIDADE

Robben quer esquecer 2015: “tem sido um ano de m... pra mim”

29 dez 2015 08h17
| atualizado às 08h34
ver comentários
Publicidade
Foto: Mike Hewitt/Fifa / Getty Images

Arjen Robben tem motivos para querer que o Ano-Novo chegue. Apesar de seu time, o Bayern de Munique, ser o atual detentor do título e estar na liderança isolada do Campeonato Alemão, o jogador não teve um ano bom individualmente, marcado por inúmeras lesões.

Em entrevista ao jornal holandês NOS, o camisa 10 desabafou, e declarou que durante todo o ano não tem jogado em suas melhores condições.

“Estou feliz porque 2015 termina. Tem sido um ano de m... para mim. Me lesionei de maneira tola em março e desde então não voltei a me sentir bem”, disse.

O time bávaro já anunciou Carlo Ancelotti como treinador a partir da próxima temporada, uma vez que o Pep Guardiola garantiu que não permanecerá na Alemanha. Robben, contudo, demonstrou seu descontentamento a respeito da saída do comandante.

“É uma verdadeira lástima. Estou um pouco decepcionado por ver que ele se vai. Agora é começar de novo como acontece cada vez que há um novo treinador”, afirmou.

O holandês, aliás, foi sucinto quando questionado sobre Ancelotti. “Ainda é cedo para falar dele. Estamos no meio da temporada e resta muito a ganhar”, finalizou.

Sob o comando de Guardiola, Robben e o resto do elenco do Bayern conquistaram o Mundial de Clubes da Fifa, a Supercopa da UEFA, a Copa da Alemanha e dois Campeonatos Alemães.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade