PUBLICIDADE

Rio estuda se candidatar a sede do próximo Mundial de Clubes

Secretário de Fazenda e de Planejamento da capital fluminense, Pedro Paulo diz que cidade avalia chance de abrigar torneio da Fifa neste ano

16 set 2021 14h08
| atualizado às 14h44
ver comentários
Publicidade

Com a desistência do Japão em sediar o Mundial de Clubes em 2021, a Fifa está analisando neste momento as alternativas para realizar o evento previsto para dezembro. Segundo Pedro Paulo (DEM), Secretário de Fazenda e de Planejamento do Rio de Janeiro, a cidade avalia a possibilidade de se candidatar a ser a nova sede do torneio. A Africa do Sul também está interessada em sediar a competição.

O Maracanã foi palco de jogos da Copa do Mundo de 2014 e dos Jogos Olímpicos de 2016 (Foto YASUYOSHI CHIBA / AFP)
O Maracanã foi palco de jogos da Copa do Mundo de 2014 e dos Jogos Olímpicos de 2016 (Foto YASUYOSHI CHIBA / AFP)
Foto: Lance!

"A gente acredita que a volta do público com os protocolos sendo seguidos, como o próprio secretário de saúde Daniel Soranz acompanhou, com responsabilidade, é possível voltar de forma ordeira. Não tenho dúvidas de que a estratégia estabelecida pelo prefeito Eduardo Paes e pela Prefeitura, é de retorno responsável não só do Maracanã, como do Engenhão também. E o Rio de Janeiro (fica) aberto para trazer novos eventos esportivos para a cidade", afirmou Pedro Paulo.

"Estamos iniciando as discussões para que a final do Mundial de Clubes possa ser no Rio, à medida que Tóquio abriu mão. Estamos nos movimentando junto ao Flamengo (administrador do Maracanã), à CBF, e também junto à Fifa para que a cidade possa concorrer a sediar a final", completou o secretário, em entrevista à Bandnews.

O Rio de Janeiro sediou Mundial de Clubes em 2000, e o Corinthians venceu o Vasco na decisão, no Maracanã. Desde então, o torneio organizado pela Fifa foi realizado oito vezes no Japão (em 2005, 2006, 2007, 2008, 2011, 2012, 2015 e 2016), em quatro ocasiões nos Emirados Árabes (2009, 2010, 2017 e 2018), em duas no Marrocos (2013 e 2014) e outras duas no Catar, nas edições de 2019 e 2020.

Na última quarta-feira à noite, o Maracanã voltou a receber um jogo com público após 533 dias. A operação da partida entre Flamengo e Grêmio, pela Copa do Brasil, com 6.446 torcedores presentes, foi elogiada por autoridades e torcedores. Para a administração do estádio, que mobilizou 1.700 colaboradores, o balanço também foi positivo.

"Temos total condição, (temos) o Maracanã, o Engenhão. Tem vários jogos além da final. A cidade se colocará, sim, como postulante a sediar essa final (o Mundial). Temos experiência em sediar grandes eventos, Copa do Mundo, Olimpíada. A cidade do Rio está absolutamente apta a sediar esses jogos. Com o Flamengo sendo um dos times que caminha para essa final, não tenho dúvidas de que seria uma alegria para o Brasil e para o carioca", afirmou Pedro Paulo.

Lance!
Publicidade
Publicidade