PUBLICIDADE

Piquerez segue caminho de Viña e marca nome na história do Palmeiras como campeão da Libertadores

Em casa, lateral-esquerdo chegou ao Verdão durante a temporada para substituir companheiro da seleção uruguaia e repetiu o feito do atual jogador da Roma (ITA)

28 nov 2021 12h13
ver comentários
Publicidade

O Palmeiras bateu o Flamengo na final da Libertadores e se sagrou campeão da América pela terceira vez em sua história, neste sábado (27). Um dos destaques da campanha foi o lateral-esquerdo Joaquín Piquerez, que seguiu os passos do também uruguaio Matías Viña, campeão continental pelo Alviverde em 2020, colocando seu nome de vez na história do clube. Para coroar a conquista, o ala teve a oportunidade de festejar em casa.

Joaquín Piquerez venceu a Libertadores 'em casa', no estádio Centenário (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)
Joaquín Piquerez venceu a Libertadores 'em casa', no estádio Centenário (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)
Foto: Lance!

Anunciado no Verdão em agosto deste ano, 'Joaco' chegou a São Paulo ainda sob certa desconfiança, afinal a sombra deixada pelo compatriota era grande e o clube buscava uma peça de reposição que mantivesse o nível de atuação do ex-camisa 17.

O defensor foi contratado no mesmo período que Jorge e a expectativa era de que o brasileiro ficasse com a vaga de titular absoluto, muito pelo o que já tinha mostrado no futebol brasileiro em anos anteriores, chegando a ser convocado para a Seleção Brasileira. No entanto, com as boas atuações dentro de campo e com o camisa 6 enfrentando problemas físicos desde a sua chegada, Piquerez conquistou a confiança de Abel Ferreira e, consequentemente, a posição entre os 11 iniciais.

Pela Libertadores, o uruguaio fez seu jogo de estreia na vitória por 3 a 0 sobre o São Paulo, entrando nos minutos finais da partida das quartas de final. Nos dois duelos pela semifinal contra o Atlético-MG, contudo, foi quando o atleta teve maior destaque, sobretudo na partida volta, no Mineirão, participando do gol que garantiu a classificação à final.

Piquerez e Viña são figuras constantes nas convocações para a Seleção Uruguaia. Os jogadores disputaram a última Copa América juntos e foram a diversos jogos das Eliminatórias para a Copa do Mundo, brigando pela posição de titular.

Lance!
Publicidade
Publicidade