PUBLICIDADE

Iranianos 'trollam' Messi e Fernanda Lima no Facebook

9 dez 2013 15h14
| atualizado em 2/6/2014 às 10h44
Publicidade

O sorteio dos grupos da Copa do Mundo-2014 colocou na mesma chave o Irã e a favorita Argentina, o que provocou milhares de iranianos a postaram comentários negativos sobre Lionel Messi e a modelo Fernanda Lima, apresentadora da cerimônia, em suas respectivas páginas no Facebook.

O Irã caiu no Grupo F junto com a Argentina, a atual campeã africana Nigéria e a Bósnia, e estreará no quarto mundial de sua história em 16 de junho do ano que vem.

As reações no Irã com o sorteio foram diversas, com alguns torcedores fanáticos se mostrando satisfeitos com a oportunidade de enfrentar e, quem sabe, derrotar a equipe argentina, repleta de craques mundiais.

Na internet, porém, a história é outra. Na rede social Facebook, que muitos iranianos conseguem acessar apesar do bloqueio sistemático e da filtragem de conteúdo imposta pelo governo, milhares de mensagens de menosprezo foram deixadas no mural de Messi, muitas em persa, xingando o craque de 26 anos, vencedor de quatro Bolas de Ouro da Fifa.

Alguns se aproveitaram do fato de Messi significar "de cobre" em Persa para tentar atingir o jogador.

"Messi, você é feito de cobre. Mesmo se você fosse feito de ouro, você não poderia fazer nada contra o Irã", escreveu uma pessoa.

As mensagens provocaram também fortes reações de fãs do jogador do Barcelona, que chegaram a se desculpar pela ações dos compatriotas.

"Como iraniano, eu quero me desculpar. O povo iraniano não é assim", explicou Ali, numa mensagem em inglês.

A Federação Iraniana de Futebol e vários jogadores também lamentaram o ocorrido.

Messi não foi a única vítima. A modelo brasileiro Fernanda Lima, apresentadora do sorteio, também foi alvo do ódio dos internautas iranianos.

O vestido dourado (e seu generoso decote) usado durante a cerimônia foi considerado inapropriado pelos costumes da república islâmica, onde as mulheres são obrigadas por lei a cobrir os cabelos e o corpo em público.

A intenção da emissora estatal do Irã era transmitir o sorteio ao vivo para todo o país, mas a cada vez que Fernanda Lima aparecia na tela, a emissora precisou cortar as imagens, provocando piadas dos apresentadores iranianos que cobriam o sorteio.

Logo depois do sorteio, uma chuva de críticas e xingamentos em persa se amontoavam na página do Facebook da modelo brasileira.

A agência de notícia iraniana ISNA afirmou que os insultos denegriram a imagem do país antes da Copa do Mundo, enquanto Hassan Beheshtipour, um analista iraniano, atribuiu o conflito a um profundo dilema social.

"Isto é causa de frustrações sociais e um tipo de desprezo interno, que alimentam um desejo de se opor a tudo", argumentou Beheshtipour em seu weblog.

"Mas, invés de se manifestar contra a censura da televisão do Estado, eles protestam contra a roupa da apresentadora, que condiz perfeitamente com o clima de verão no Brasil", completou.

Ao mesmo tempo, alguns iranianos, tentando mitigar os danos, criaram uma página no Facebook chamada "Iranianos se desculpam a Fernanda Lima e Leo Messi", que já atraiu cerca de 20.000 fãs.

Insultos pela internet parecem estar virando moda no Irã, um país que conta com uma população jovem e com bom grau de instrução.

No início de novembro, iranianos atacaram a página no Facebook do ministro das Relações Exteriores da França, Laurent Fabius, culpado pelo fracasso nas últimas negociações nucleares entre o Irã e as potências mundiais.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
Publicidade