0

Técnico do Boca destaca chegada de Felipão ao Palmeiras e semi sem favorito

22 out 2018
12h01
atualizado às 12h01
  • separator
  • comentários

Depois de vencer o Ceará no último fim de semana pelo Campeonato Brasileiro, o Palmeiras já tem foco total para a partida de quarta-feira, quando enfrenta o Boca Juniors pelo jogo de ida da semifinal da Libertadores da América. No entanto, não é só o Verdão que está se preparando para o duelo, pois a expectativa pelo duelo também é alta no time adversário. Neste domingo, o treinador Guillermo Schelotto destacou a motivação e o foco da equipe argentina.

"A equipe na quarta-feira eu tenho na minha cabeça, vou terminar de defini-lo na terça-feira, mas euu estou muito próximo de ter a escalação que irá a campo. E acho que não há vantagem no jogo diante do Palmeiras: eles também nos conhecem. Eu acho que eles mudaram, até mesmo o mesmo técnico não está lá (Roger Machado foi o técnico nos confrontos da fase de grupos) Certamente, farão coisas diferentes com o novo técnico (Felipão). Eu acho que vão ser duas partidas fechadas. Nós os conhecemos e sabemos a qualidade dos jogadores que eles tem e eles também conhecem a nossa qualidade", destacou o treinador do Boca Juniors em entrevista coletiva.

O Palmeiras mostrou um bom desempenho nas duas paridas da fase de grupos e o clube brasileiro ficou muito perto de vencer as duas partidas. No confronto na Argentina, triunfo histórico do Verdão, que ganhou por 2 a 0 e se juntou ao "seleto" grupo de equipes que já derrotaram o time argentino na La Bombonera.

Já no duelo realizado no Brasil, o time paulista não jogou tão bem como na partida realizada em solo argentino, porém os donos da casa ficaram muito perto de ganhar novamente, já que Keno fez 1 a 0 aos 45 minutos do segundo tempo. Porém, minutos depois, Carlos Tévez empatou a partida, praticamente no último lance do jogo.

O comandante argentino também falou sobre o principal objetivo da equipe nesta temporada: chegar à final da Libertadores da América. Vale lembrar, que caso o Boca Juniors consiga eliminar o Palmeiras e alcançar a decisão, o clube argentino se tornará a equipe com mais finais do torneio continental na história de toda a competição.

" Nós estamos trabalhando há muito tempo e estamos atingindo o objetivo principal, que é a final da Libertadores. Faltam apenas dois passos para que isso aconteça. As pessoas sempre apoiaram, apesar de alguns resultados, e por isso não tenho dúvidas de que na quarta-feira a Bombonera vai explodir e vamos fazer de tudo para honrar essa camisa", afirmou Schelotto.

 

 

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade