0

Ganês mostra dedo ao sofrer racismo na Rússia e... é expulso

17 jul 2015
16h39
atualizado às 16h55
  • separator
  • 0
  • comentários

Emmanuel Frimpong é volante, tem como principal característica a marcação e, por causa disto, já deve ter sido advertido algumas vezes pela arbitragem na carreira. É impossível imaginar, porém, que algum cartão apresentado ao jogador ganês tenha sido tão injusto quanto o que ele recebeu nesta sexta-feira, em pleno país que sediará a próxima Copa do Mundo.

Frimpong, que atualmente joga pelo UFA, da Rússia, foi expulso por reagir a insultos racistas sofridos durante a partida contra o Spartak Moscou, válida pela rodada inaugural do Campeonato Russo.

Emmanuel Frimpong reagiu a insultos racistas na Rússia, mas levou cartão vermelho
Emmanuel Frimpong reagiu a insultos racistas na Rússia, mas levou cartão vermelho
Foto: Reprodução

Tudo aconteceu ainda aos 30min do primeiro tempo, quando a partida estava empatada por 1 a 1. Frimpong cometeu falta na altura da marca do escanteio e passou a ser insultado por torcedores do Spartak, que imitavam gritos de macaco nas arquibancadas.

O ganês se irritou e, ao pegar a bola para devolver ao adversário, virou-se para os fãs rivais e fez gestos obscenos, mostrando o dedo do meio e gritando contra eles. O que o árbitro russo Vladimir Moskalev fez? Simplesmente expulsou o africano, abrindo precedente perigoso na luta contra o racismo no futebol.

De acordo com a imprensa local, a federação russa terá que tomar alguma atitude para reverter a decisão do juiz, já que o país sediará a próxima Copa do Mundo e tem sido palco recorrente de insultos contra negros.

 
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade