PUBLICIDADE

Futebol Internacional

Nacional, sem sustos, bate Puerto Cabello na Venezuela

Uruguaios não deram qualquer chance ao time que jogou em casa no embate de ida

21 fev 2024 - 20h55
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Twitter Nacional - Legenda: Puerto Cabello mais correu atrás da bola do que tendo a posse da mesma / Jogada10

Nesta quarta-feira (21), o Nacional visitou o Puerto Cabello, pela segunda fase eliminatória anterior aos grupos da Libertadores. E, no Estádio Misael Delgado, os uruguaios não deram qualquer chance aos anfitriões, construindo uma segura vitória por 2 a 0. Dessa forma, o Bolso pode até mesmo perder por um gol de diferença, no segundo jogo, que estará classificado. A partida decisiva acontece no Gran Parque Central, no dia 28 de fevereiro, às 19h (de Brasília).

Em jogo que não apresentou grandes chances ofensivas no início, os uruguaios abriram o placar, aos 12 minutos, em grande estilo. Após linda trama, Lucas Sanabria recebeu na meia-lua, cortou a marcação e mandou de perna esquerda, fugindo do alcance de Giancarlo Schiavone.

Na sequência da etapa inicial, o que se viu foi um Nacional extremamente confortável e dominante. Com isso, o Bolso, mesmo sem criar grandes chances, ampliou a vantagem quando uma cobrança de falta bateu no braço do zagueiro Yimmi Congo, dentro da área, configurando pênalti. Na cobrança, Christian Ebere bateu com firmeza, no alto, sem chances para Schiavone.

O que era bom ficou melhor

E, com apenas seis minutos do segundo tempo, o ambiente ficou ainda pior para os venezuelanos. Isso porque, já tendo amarelo, Richard Celis deu um carrinho frontal em Galeano que rendeu a segunda advertência e, consequentemente, a expulsão.

A vantagem numérica tornou a distância entre os times ainda maior. Assim, o Nacional se sentiu à vontade para pressionar na busca pelo terceiro gol que deixaria até mesmo a classificação encaminhada. Todavia, empilhando chances, o travessão e também uma falta de pontaria dos visitantes manteve o compromisso com seu placar sem novas alterações até o último apito do brasileiro Bráulio da Silva Machado.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Jogada10
Compartilhar
Publicidade
Publicidade