0
Logo do Liga dos Campeões
Foto: Terra

Liga dos Campeões

Sensação, Lewandowski "some" em final e pode dar adeus amargo ao Dortmund

25 mai 2013
18h04
atualizado às 18h05
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Neuer teve grande atuação no primeiro tempo, evitando gol de Lewandowski
Neuer teve grande atuação no primeiro tempo, evitando gol de Lewandowski
Foto: AP

O polonês Robert Lewandowski virou sensação após os quatro gols sobre o Real Madrid na partida de ida da semifinal da Liga dos Campeões, uma vitória por 4 a 1 na casa do Borussia Dortmund. Mas o centroavante não balançaria mais as redes na competição. Após passar em branco na derrota por 2 a 0 no Santiago Bernabéu, o camisa 9 não teve nenhuma chance de gol na decisão deste sábado, em que sua equipe foi derrotada por 2 a 1 pelo Bayern de Munique.

Lewandowski atuou em sua posição de costume, liderando o ataque do Borussia, que jogou sem seu principal armador, Mario Götze. E a falta do camisa 10, aliada à ótima marcação pressão do Bayern, deixou o polonês isolado. A principal rota de ataque do Dortmund rapidamente passou a ser o lançamento longo para o centroavante, que brigava sozinho contra Boateng e Dante na zaga bávara.

Chance clara, nenhuma. O Dortmund sofria para cadenciar o jogo e errava os passes decisivos. O atacante conseguiu apenas um chute de fora da área na primeira etapa, bem defendido por Neuer. E no segundo tempo, chegou a levantar alguns torcedores do Borussia com uma finalização de muito longe que encobriu o goleiro do Bayern, mas a partida já estava paralisada - Neuer nem foi na bola para tentar a defesa.

Lewandowski só apareceu com mais destaque no telão após uma dividida feia com Boateng, em que acabou deixando a sola da chuteira no tornozelo do zagueiro e machucando o rival. Irritado com as poucas chances e a falta de apoio no ataque - Reus, Grosskreutz e Kuba também tiveram atuações discretas - o polonês fazia faltas e reclamava com os adversários cada vez mais.

O resultado foi a derrota, o vice-campeonato e uma provável despedida em tom amargo do Dortmund. Lewandowski, 24 anos, é cobiçado por potências do futebol europeu - entre elas o próprio Bayern, que já levou a promessa Mario Götze por 37 milhões de euros (R$ 98 milhões) e enfureceu a torcida do Borussia. Caso o camisa 9 tenha o mesmo destino, será um fim digno de história de terror para uma torcida que viveu com ele um "conto de fadas" na semifinal contra o Real Madrid.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade