PUBLICIDADE

Liga dos Campeões

Barcelona está pronto para sofrer em batalha contra o PSG, diz Xavi

Técnico afirmou que a equipe catalã vai precisar ser perfeita para conseguir a classificação para a semifinal da Liga dos Campeões

15 abr 2024 - 12h57
(atualizado às 14h10)
Compartilhar
Exibir comentários
Xavi
Xavi
Foto: Getty Images

O Barcelona está pronto para uma batalha contra o Paris Saint-Germain no jogo de volta das quartas de final da Liga dos Campeões, disse o técnico Xavi Hernández nesta segunda-feira, acrescentando que seus jogadores estão dispostos a sofrer para avançar.

O Barcelona venceu o PSG por 3 a 2 no jogo de ida, em Paris, na semana passada, mas Xavi disse que sua equipe precisará ser quase perfeita para chegar às semifinais pela primeira vez em cinco anos.

"Vai ser uma grande guerra de futebol", disse Xavi em uma coletiva de imprensa nesta segunda-feira.

"Não somos uma equipe que especula, vamos querer tirar a bola do PSG e ganhar o jogo. Espero que estejamos em nosso melhor nível. Eles vão exigir muito de nós", afirmou.

A vitória na França deixou o time cheio de confiança, pois chegou a seis vitórias consecutivas em todas as competições.

O time está invicto desde a derrota por 5 x 3 em casa para o Villarreal pelo Campeonato Espanhol em janeiro, que levou Xavi a anunciar que deixará o cargo de técnico ao final do que parecia ser uma temporada difícil.

Agora, depois de 13 jogos sem derrota, incluindo uma atuação dominante na capital francesa para acabar com a série invicta de 27 jogos do PSG, o desafio de terça-feira parece ter se apresentado no momento perfeito.

"Estou feliz por estar onde estamos, orgulhoso por estar onde estamos. Acho que é um bom momento e estou animado. Já estamos sentindo isso", disse Xavi.

"Precisamos que nossos torcedores façam barulho, porque o PSG nos fará sofrer, não há dúvida disso, e temos de ser uma equipe para vencê-los. Todos nós, juntos."

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Compartilhar
Publicidade
Publicidade