PUBLICIDADE

Governo do Peru pede adiamento do jogo contra o Flamengo; Conmebol não se pronuncia

5 abr 2022 - 10h22
Ver comentários

O presidente do Peru, Pedro Castilho, usou as redes sociais para decretar um toque de recolher nesta segunda-feira, por conta de protestos, e pede para que o jogo entre Sporting Cristal e Flamengo, válido pela Libertadores, seja adiado.

Segundo o mandatário, a medida terminará apenas na noite desta terça-feira e é consequência das manifestações contra os altos preços de combustíveis e fertilizantes.

A rádio local, Exitosa Noticias, repercutiu o pronunciamento: "Vai ter que ser remarcada. Não esqueçamos que em medidas excepcionais existem ações extraordinárias que devem ser adotadas. Um jogo de futebol não pode ter precedência sobre a tranquilidade do país".

"O Conselho de Ministros aprovou a declaração de imobilidade cidadã das 2 da manhã (pelo horário local) às 11h59 da noite de terça-feira, 5 de abril, para proteger os direitos fundamentais de todas as pessoas, o que não impedirá a prestação de serviços essenciais para todos os peruanos", disse Pedro Castillo.

A Conmebol ainda não se pronunciou sobre o caso. A partida de estreia na Libertadores entre as equipes está marcada para acontecer nesta terça-feira, às 21h30 (de Brasília), no Estádio Nacional do Peru.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade