PUBLICIDADE

França

Brasil leva gol nos minutos finais e perde para França no Grupo F da Copa do Mundo feminina

29 jul 2023 - 09h02
(atualizado às 12h47)
Compartilhar
Exibir comentários

O Brasil deu mais um passo nesta Copa do Mundo feminina. Na manhã deste sábado, em um dos jogos mais esperados da fase de grupos, o Brasil perdeu por 2 a 1 contra a França. Le Sommer abriu o placar, Debinha empatou a partida para a Seleção Brasileira e Renard colocou as francesas à frente novamente.

Com a derrota para as europeias, o Brasil ocupa, agora, a terceira colocação no Grupo F, com três pontos, e vai ficando de fora do mata-mata. A França assumiu a liderança, com quatro pontos. Como a Jamaica venceu o Panamá também neste sábado, por 1 a 0, com gol de Swaby, alcançaram os mesmos quatro pontos das francesas e tomaram a segunda posição das brasileiras.

Após o revés sofrido, a Seleção feminina segue sem vencer a França. Na história, foram doze confrontos contando com este, com sete derrotas e cinco empates.

A Seleção Brasileira fecha sua participação em busca de uma vaga nas oitavas de final do Mundial feminino na próxima quarta-feira, contra a Jamaica, às 07 horas (de Brasília). A bola rola no Estádio Melbourne Rectangular, na Austrália.

A França, por sua vez, volta aos gramados contra o Panamá, também na próxima quarta-feira, às 07 horas, no Estádio Allianz, em Sydney, Austrália.

Pressão francesa dificulta vida do Brasil

A França começou a partida melhor que o Brasil. Pressionando alto, as francesas criaram muitas dificuldades na saída de bola brasileira ainda no início do confronto. Lelê fez boa defesa para evitar o primeiro gol europeu. A Seleção Brasileira, por sua vez, tentou aproveitar os contra-ataques. Logo aos 11 minutos, Tamires recebeu uma entrada forte de Dali, que levou o primeiro cartão amarelo.

Com 17 minutos, após seguir pressionando, a França achou o primeiro gol. Em um lançamento, Diani ganhou no alto e conseguiu tocar de cabeça para Le Sommer, que cabeceou para a meta e abriu o placar.

Aos 22 minutos, o Brasil chegou pela primeira vez. Geyse pressionou e a bola ficou para a Seleção Brasileira. Debinha deu ótimo drible dentro da área e serviu Adriana, que chegou batendo para fora. Com 31 minutos, Lelê fez uma ótima defesa em um chute de Geyoro, que estava impedida.

Já nos minutos finais da etapa inicial, em chute de fora da área da lateral Antônia, a goleira francesa fez boa defesa. Com 43 minutos, a primeira amarelada da Seleção Brasileira: Luana chegou atrasada na dividida com Toletti e recebeu a primeira punição brasileira.

Brasil melhora, mas não consegue resultado

As duas equipes voltaram para a segunda etapa sem mudanças. Até os dez minutos, o jogo teve mais equilíbrio, com o duelo sendo travado no meio-campo.

Com 13 minutos de jogo, a estrela de Debinha brilhou. Ary Borges tocou para Kerolin na entrada da área, que arriscou o chute. A finalização foi travada pela defesa francesa, mas a bola sobrou dentro da área para a camisa nove da Seleção Brasileira, que deixou tudo igual no marcador.

Pia Sundhage mexeu na equipe brasileira aos 15 minutos. Geyse, que teve boa participação no gol de empate, deixou o campo para a entrada de Andressa Alves. Com o placar empatado, a Seleção Brasileira retomou a confiança e cresceu no confronto, enquanto a França perdeu o controle que tinha.

Porém, as francesas são sempre perigosas e a entrada de Becho, de apenas 19 anos, conferiu um novo fôlego às europeias. Geyoro recebeu dentro da área brasileira e bateu firme para o gol, mas Lelê estava lá para fazer mais uma boa defesa.

Já no fim da partida, o ritmo do jogo decaiu. Bia Zaneratto entrou no lugar de Adriana. Com 38 minutos, veio o segundo gol francês. Em cobrança de escanteio no segundo poste, Renard, que era dúvida para a partida, subiu mais alto que a defesa brasileira e colocou a França à frente novamente.

FICHA TÉCNICA

FRANÇA 2X1 BRASIL

Local: Estádio de Brisbane, em Brisbane (Austrália)

Data: 29 de julho de 2023 (sábado)

Árbitro: Kate Jacewicz (AUS)

Assistentes: Kyoung-Min Kim (COR) e Joanna Kate Charaktis (AUS)

Gols: Le Sommer, aos 17 minutos do primeiro tempo, Debinha, aos 13 minutos do segundo tempo, Renard, aos 38 minutos do segundo tempo

Cartões amarelos: Dali, Toletti, Karchaoui (França); Luana (Brasil)

BRASIL: Lelê; Antônia (Mônica), Lauren, Rafaelle e Tamires; Ary Borges (Ana Vitória), Kerolin, Luana Bertolucci e Adriana (Bia Zaneratto); Debinha (Marta) e Geyse (Andressa Alves)

Técnica: Pia Sundhage

FRANÇA: Peyraud-Magnin; Lakar, Perisset, Renard, e Karchaoui; Bacha, Geyoro, Toletti e Dali (Le Garrec); Le Sommer (Becho) e Diani.

Técnico: Hervé Renard

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Compartilhar
Publicidade
Publicidade