PUBLICIDADE

Roberto Mancini elogia rival Espanha: 'Mudou a geração, mas são jovens muito fortes'

Técnico da Itália nega favoritismo na semifinal da Eurocopa e elogia técnico Luis Enrique

5 jul 2021 13h21
| atualizado às 13h21
ver comentários
Publicidade

Roberto Mancini, técnico da seleção da Itália, demonstrou muito respeito pela Espanha, adversária desta terça-feira, no estádio de Wembley, em Londres, pela semifinal da Eurocopa. Segundo o treinador, que não aponta favoritismo para nenhuma das equipes, o time espanhol sofreu mudança de geração, mas se mantém muito forte.

"Será uma partida complicada. A Espanha tem um estilo de jogo distinto da Bélgica. A Espanha é extraordinária, pois há anos se mantém forte. Tiveram agora uma mudança de geração, mas são jovens muito fortes", disse Mancini, nesta segunda-feira. "A Espanha tem uma forma de atuar, que domina o futebol pelo mundo faz tempo. Não vão mudar agora."

Mancini também revelou seu respeito pelo técnico espanhol Luis Enrique. "Ele é muito bom. Não somente por ter conquistado a Liga dos Campeões com o Barcelona (2015), mas também pelo fato de todas as suas equipes apresentarem um bom futebol. Creio que isso é o mais importante, pois demonstra sua capacidade."

Mancini conta em sua comissão técnica com Daniele De Rossi, que foi atleta de Luis Enrique na Roma. Apesar disso, o treinador afirmou não pedir conselhos para armar taticamente a Azurra para o duelo, que vai apontar um finalista da Eurocopa.

O técnico italiano admitiu que a ansiedade precisa ser controlada momentos antes do início da disputa. "Quando você chega a algumas horas antes do jogo é normal ter um pouco de tensão Pouco antes, não. Você deve estar focado, mas depois aumentar a tensão é o que há de bom nesses jogos", disse Mancini.

Estadão
Publicidade
Publicidade