PUBLICIDADE

Para manter tradição, presidente da Itália vai a Wembley na final da Eurocopa

Sergio Mattarella vai ser submetido a alguns procedimentos de saúde para evitar a contaminação e disseminação do coronavírus

8 jul 2021 09h54
| atualizado às 09h54
ver comentários
Publicidade

Sergio Mattarella, presidente da República Italiana, confirmou sua presença na final da Eurocopa, domingo, em Wembley, quando a Azurra vai enfrentar a Inglaterra na busca pelo segundo título europeu. Antes, o chefe de estado vai ser submetido a alguns procedimentos de saúde para evitar a contaminação e disseminação do coronavírus.

Mattarella vai manter a longa tradição de que a seleção italiana de futebol sempre é acompanhada nas decisões pela presença de seu presidente. Foi assim nas últimas disputas internacionais com Sandro Pertini (1982), Carlo Azeglio Ciampi (2000) e Giorgio Napolitano (2006).

Pertini representou a Itália no estádio Santiago Bernabéu, em 1982, quando a equipe de Enzo Bearzot derrotou a Alemanha na final e conquistou a terceira de suas quatro Copas do Mundo. Ciampi acompanhou a Itália na final do Campeonato Europeu na Bélgica/Holanda 2000, quando os italianos perderam para a França no 'gol de ouro'. Já Napolitano esteve em Berlim para a final do Mundial de 2006, na vitória sobre a França nos pênaltis.

Campeã em 1968, a Itália vai tentar o segundo título europeu, diante da Inglaterra, que não conquista uma taça relevante desde 1966, quando se sagrou campeã mundial diante da Alemanha.

Estadão
Publicidade
Publicidade