PUBLICIDADE

Eurocopa

Em jogo sonolento, Inglaterra empata com Eslovênia e se classifica em primeiro na Euro

Os ingleses garantiram a liderança do grupo, já os eslovenos confirmaram sua sua as oitavas pela primeira vez em sua história

25 jun 2024 - 18h33
(atualizado às 18h48)
Compartilhar
Exibir comentários
Inglaterra x Eslovênia.
Inglaterra x Eslovênia.
Foto: KIRILL KUDRYAVTSEV/AFP via Getty Images / Esporte News Mundo

Em partida válida pela última rodada da fase de grupos da Eurocopa, a Inglaterra empatou com a Eslovênia por 0 x 0, no estádio RheinEnergieStadion, em Colônia. Apesar do empate sem gols, as duas seleções se classificaram para as oitavas de final da Euro 2024. Os ingleses passaram na liderança, enquanto os eslovenos passaram em terceiro e avançaram à fase de mata-mata pela primeira vez em sua história. 

Na primeira etapa, tanto Inglaterra e Eslovênia buscaram ter o domínio do jogo. Os ingleses buscavam ter arrancadas pelos lados do campo com Foden e Saka, eles até chegaram a abrir o placar com o ponta do Arsenal, mas o gol foi anulado. Já os eslovenos foram mais objetivos no campo de ataque quando tinham a posse de bola e obrigaram Pickford a trabalhar em duas oportunidades. 

A segunda etapa foi monótona. Os eslovenos abdicaram de atacar e deixaram os ingleses terem quase toda a posse de bola e chegaram pouquíssimas vezes ao campo de ataque. Já a seleção de Gareth Southgate teve pouca inspiração, tentou finalizações de fora da área e cruzamentos, mas pecaram na hora da finalização e na única finalização no alvo no segundo tempo pararam em Oblak.  

PRIMEIRO TEMPO DE EQUILÍBRIO ENTRE AS DUAS SELEÇÕES

O primeiro tempo começou com a Inglaterra tendo mais a posse de bola e rondando a área eslovena, no entanto, os ingleses não conseguiam converter seu domínio na posse de bola em chances reais de gols. Já a Eslovênia, procurava se defender sem a bola e formava armadilhas de impedimento, já no campo de ataque procuravam jogadas pelos lados do campo e finalizações de fora da área. Apesar de ter pouca posse de bola, foram os eslovenos que criaram a primeira chance do jogo. Aos quatro, após cruzamento, Sesko cabeceou no gol, mas mandou em cima de Pickford.  

A seleção de Gareth Southgate tinha dificuldade em acertar a conclusão das jogadas e consequentemente fazer Oblak trabalhar, na primeira vez que conseguiu fazer isso o English Team conseguiu envolver os eslovenos, mas a arbitragem marcou impedimento. Foden recebeu em posição irregular e encontrou Saka no meio da área. Ele concluiu para o fundo do gol, mas foi anulado. Onze minutos depois, o goleiro do Atlético de Madrid fez sua primeira defesa no jogo. Harry Kane arriscou chute colocado de fora da área, mas Oblak estava bem posicionado. 

Quatro minutos depois, Foden obrigou o goleiro esloveno a fazer uma grande defesa. O camisa 11 bateu falta de longe e obrigou o arqueiro a fazer uma defesaça. Após isso, a Eslovênia rondou a área inglesa, mas não conseguiu assustar a equipe de Southgate. Aos 39, os ingleses assustaram. Trippier cortou para dentro, cruzou para área, mas Connor Gallagher e Kane não conseguiram chegar a tempo para desviar para o gol. Após isso, no finalzinho da primeira etapa, o camisa 9 inglês teve uma finalização bloqueada. O árbitro francês Clément Turpin não deu acréscimos no primeiro tempo e encerrou a partida aos 45. 

SEGUNDO TEMPO POUCO CRIATIVO

Assim como no primeiro tempo, os ingleses dominaram a posse de bola e também não conseguiam ameaçar o gol defendido por Oblak. Já os eslovenos, se fecharam ainda mais e não deixaram a seleção de Gareth Southgate criar muitas chances claras de gols, muitas vezes afastando cruzamentos dentro de sua área. 

Com o passar do tempo, o nervosismo de ambos os lados foi aumentando e, com isso, as duas seleções erraram nas tomadas de decisões, cruzamentos, passes chaves e finalizações. Aos 29, os ingleses assustaram. Declan Rice tabelou com Foden e soltou a bomba da entrada da área. A bola passou perto do gol de Oblak, mas foi para fora. Os eslovenos, por sua vez, não atacaram tanto na segunda etapa e quando chegaram, não conseguiram levar muito perigo ao gol defendido por Pickford. 

Aos 37, Foden teve sua finalização de fora da área bloqueada pela defesa. Na segunda etapa, o juiz francês Clément Turpin deu quatro minutos de acréscimos que foram de muita tensão para os eslovenos com a Inglaterra tendo duas chances e pelo de estarem secando a Dinamarca e Sérvia no outro jogo do grupo. 

O primeiro susto eslovenos aconteceu  aos 46, em jogada trabalhada Kane encontrou Cole Palmer livre em um contra-ataque, o meia bateu colocado para a defesa de Oblak. Dois minutos depois, Trent Alexander Arnold arriscou de fora da área, mas mandou por cima do gol esloveno. Um minuto depois, o Turpin encerrou a partida para a festa eslovena em Colônia que garantiu a classificação como uma das melhores terceiras colocadas e pela primeira vez em sua história irá jogar um mata-mata de Eurocopa.

Esporte News Mundo
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade