2 eventos ao vivo

Rafinha marca 2, e Barça goleia La Coruña na volta de Messi

15 out 2016
13h21
atualizado às 14h39
  • separator
  • comentários

Sem nenhuma surpresa, o Barcelona não teve dificuldades para derrotar o Deportivo La Coruña, neste sábado, pela oitava rodada do Campeonato Espanhol. Em partida realizada no Estádio Camp Nou, a equipe catalã goleou por 4 a 0, com dois gols do brasileiro Rafinha Alcântara, além de duas assistências de Neymar.

Rafinha Alcántara celebra com os companheiros de equipe o gol contra o Deportivo de La Coruña,
Rafinha Alcántara celebra com os companheiros de equipe o gol contra o Deportivo de La Coruña,
Foto: EFE

O duelo ainda marcou o retorno do craque Lionel Messi aos gramados. O argentino não atuava desde o empate por 1 a 1 diante do Atlético de Madrid, pela quinta rodada, no dia 21 de setembro, quando lesionou a virilha direita.

Desde então, o camisa 10 desfalcou o Barça no jogo contra o Borussia Monchengladbach, pela Liga dos Campeões da Europa, e em outras duas partidas pelo Espanhol. Para coroar sua volta, Messi balançou a rede adversária apenas três minutos após sua entrada, no segundo tempo.

Com o resultado, o Barcelona se recupera da derrota para o Celta de Vigo na última rodada e chega aos 16 pontos, mantendo-se no pelotão da frente, que tem equipes como Real Madrid e Atlético (jogam no período da tarde), além do Sevilla. O time da Andaluzia, inclusive, também conseguiu um resultado positivo neste sábado ao derrotar o Leganés, por 3 a 2, fora de casa.

Pelo Campeonato Espanhol, o Barcelona volta a campo exatamente daqui a uma semana, no sábado, quando enfrentará o Valencia, no Estádio Mestalla. Antes, contudo, a equipe comandada por Luis Enrique medirá forças com o inglês Manchester City, no Campo Nou, pela terceira rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões.

O jogo - Apesar de encontrar um La Coruña bem fechado em seu campo de defesa, o Barcelona não demorou para ameaçar a meta do goleiro Lux. Aos sete minutos, Neymar recebeu livre bom lançamento e bateu de primeira no travessão. No rebote, Luis Suárez, sem marcação, testou por cima, perdendo chance incrível de abrir o placar.

O time da casa continuou tentando pressionar os visitantes, que dificultavam com uma marcação adiantada. Só que, no melhor momento do La Coruña na partida até então, o Barça tratou de frear o ímpeto do adversário. Aos 20, Rafinha Alcântara rouba a bola, recebe de Suárez para bater forte, e cruzado. O arqueiro Lux demorou a cair e espalmou para dentro do gol.

Apesar de não articular grandes jogadas, Neymar chamava o jogo para si e incomodava os marcadores rivais. Em um destes lances de habilidade, o brasileiro recebeu falta na direita, próxima à área do La Coruña. Na cobrança, o zagueiro Piqué, em impedimento, cabeceou forte para boa defesa de Lux. No rebote, Rafinha só empurrou para a rede e marcou o segundo dele e do Barcelona, aos 35 minutos da partida.

Ainda antes do intervalo, coube mais um gol da agremiação catalã. Aos 42, Suárez recebeu bom passe de Neymar na esquerda e bateu no canto, sem chances para Lux. Pouco depois, o uruguaio quase fez o quarto do Barça em cobrança de falta, que passou raspando a trave direita da meta rival.

Para o segundo tempo, o Barcelona voltou sem Luis Suárez, que foi poupado para entrada de Paco Alcácer. Após um início morno, o técnico Luis Enrique promoveu a entrada de Lionel Messi na vaga do volante Busquets. Depois de três minutos em campo, em sua primeira jogada, o argentino recebeu passe de Neymar dentro da área e chutou no ângulo de Lux: 4 a 0 para o time catalão.

As coisas ficaram ainda mais fáceis quando o lateral direito do La Coruña, Laure, recebeu cartão vermelho por conta de uma cotovelada em Neymar, que incomodou o defensor durante todo o confronto.

A partir daí, o Barcelona não saiu mais do campo de defesa adversário. Tanto que Arda Turan e Paco Alcácer perderam chances incríveis logo em seguida. Quem não vacilou foi o zagueiro Mathieu, que testou firma após cruzamento vindo da esquerda. No entanto, o bandeirinha assinalou, erroneamente, impedimento no lance, evitando o que seria o quinto gol catalão.

 

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • comentários
publicidade