0

Caso Neymar: Promotora não comenta sobre provas

Para esta segunda-feira, serão feitos dois depoimentos, por diligência da delegada responsável pelo caso.

17 jun 2019
16h10
atualizado às 16h20
  • separator
  • 0
  • comentários

Nesta segunda-feira, a promotora Flavia Merlini falou com jornalistas do lado de fora da 6ª Delegacia da Mulher de São Paulo. Ela revelou que não foi feita nenhuma conclusão sobre o caso envolvendo uma acusação de estupro de Neymar.

"Nenhum ainda. Tem que esperar a conclusão do inquérito policial, pra depois nós termos como saber o que fazer. Isso vai ser decido por nós três, que somos nós três lá do núcleo, nós três designados. E nós três juntas vamos nos reunir quando o inquérito policial estiver concluído, pra decidir o que pode ser feito", explicou.

Carlos Henrique chega na 6ª Delegacia da Mulher para prestar depoimento sobre o caso Neymar
Carlos Henrique chega na 6ª Delegacia da Mulher para prestar depoimento sobre o caso Neymar
Foto: Sergio Barzaghi / Gazeta Press

Ela foi perguntada sobre as coletas de provas. Najila, que acusa Neymar de cometer estupro, já falou que possui imagens que podem favorecer seu caso. Questionada sobre um processo de busca e apreensão do celular de Najila, a promotora não quis comentar.

"A gente não pode falar fatos referentes ao inquérito policial. É que ela alegou que tinha alguma filmagem, então está em cima de algumas provas que a Dr Juliana vai entender que der para produzir ou não. E depois nós, Ministério Público, vamos analisar", destacou.

Para esta segunda-feira, serão feitos dois depoimentos, por diligência da delegada responsável pelo caso. Carlos Henrique, amigo pessoal de Neymar, e Altamiro Bezerra, diretor financeiro e CEO da NR Sports e da NN Consultoria, já chegaram à 6ª Delegacia da Mulher de São Paulo para prestar esclarecimentos.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade