0

Relembre nove grandes momentos da passagem de Suárez pelo Barcelona

Atacante formou grande trio com Messi e Neymar e ganhou vários títulos, mas também esteve em campo durante vexames

23 set 2020
21h42
atualizado às 22h31
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O atacante Luis Suárez se despediu nesta quarta-feira do Barcelona, após cinco temporadas no clube. Nesse período, o agora jogador do Atlético de Madrid viveu grandes momentos, mas também participou de alguns dos maiores vexames da história do clube. Na memória, deve aparecer mais o grande trio formado pelo uruguaio com Messi e Neymar. Relembre os principais momentos da passagem.

Chegada e demora para estrear

Suárez chegou ao Barcelona após a temporada 2013-14, na qual foi artilheiro do Campeonato Inglês pelo Liverpool com 31 gols. Mas não pode estrear imediatamente: a Fifa o havia suspendido por quatro meses pela mordida no zagueiro italiano Chiellini durante a Copa de 2014.

Trio MSN

Quando finalmente pode jogar pelo clube catalão, o encaixe com os companheiros de ataque, Neymar e Messi, veio quase instantaneamente. O trio 'MSN' brilhou intensamente na temporada 2014-15, encantando os fãs de futebol.

Canetas em David Luiz

Naquela temporada, o Barcelona enfrentou o PSG pelas quartas da Liga dos Campeões. Suárez se destacou no jogo de ida: aplicou duas canetas em David Luiz e ambas viraram gols. O Barcelona venceu na ida por 3 a 1 e na volta por 2 a 0.

Título da Champions

A grande temporada do Barcelona foi coroado com o título na Champions, após as conquistas do Espanhol e da Copa do Rei. Na final contra a Juventus, Suárez marcou o segundo gol do Barcelona na vitória por 3 a 1 em Berlim, na Alemanha.

Chuteira de ouro

Na temporada 2015-16, Suárez conquistou a chuteira de ouro, premiação dada a quem marca mais gols nas principais ligas europeias. Ele havia sido artilheiro do Campeonato Espanhol com 40 gols. No mesmo ano, foi eleito o segundo melhor jogador do futebol europeu pela Uefa, atrás apenas do companheiro Messi.

Virada contra o PSG

Na temporada 2016-17, o Barcelona voltou a enfrentar o PSG pelo mata-mata da Liga dos Campeões. Após tomar 4 a 0 no jogo da ida, a equipe conseguiu virar no segundo jogo com uma goleada por 6 a 1, na qual Suárez teve participação ao fazer um gol e sofrer um pênalti (bastante discutível). Mas o Barcelona foi eliminado nas quartas de final pela Juventus.

Vexames

Neymar deixou o Barcelona no início da temporada 2017-18 e, desde então, a equipe não conseguiu atuar bem com frequência. Suárez, sentindo a idade, o aumento de peso e algumas lesões, também começou a jogar mal em diversas ocasiões. Ele esteve em campo em dois vexames da equipe: fez o quarto gol do Barcelona na vitória por 4 a 1 contra a Roma na temporada 2017-18, mas a equipe italiana venceu por 3 a 0 na volta; e abriu o placar na vitória por 3 a 0 contra o Liverpool na temporada 2018-19, mas o time inglês reverteu ao triunfar por 4 a 0 no segundo jogo.

Terceiro maior artilheiro da história do clube

Em 2020, Suárez alcançou o posto de terceiro maior goleador da história do Barcelona, ao alcançar 198 gols. À frente dele, estão apenas Messi, com 630 gols e Cézar Rodríguez, com 232.

Goleada e despedida

Em agosto de 2020, o Barcelona sofreu a pior derrota de sua história: uma goleada de 8 a 2 para o Bayern de Munique (um dos "gols de honra" foi de Suárez). Com o atacante em aparente declínio, entrou na lista de negociáveis da equipe para renovar o elenco e acabou saindo para o rival Atlético de Madrid. Suárez se despede do Barcelona com um título da Liga dos Campeões, quatro do Campeonato Espanhol e quatro da Copa do Rei.

Veja também:

Newell’s Old Boys sonha com retorno de Messi
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade