0

Em estreia de Mikel Arteta, Arsenal só empata e segue em crise

26 dez 2019
14h07
atualizado às 14h07
  • separator
  • 0
  • comentários

Sob o comando de Mikel Arteta, o Arsenal segue sem vencer. Nesta quinta-feira, os Gunners visitaram o Bournemouth no Dean Court, pela 19ª rodada do Campeonato Inglês. Os anfitriões inauguraram o marcador na primeira etapa e o clube de Londres até mostrou resiliência, mas não conseguiram evitar o 1 a 1. Depois de Dan Gosling, Aubameyang deixou a sua marca.

Com o resultado, o Arsenal segue estacionado na 11ª colocação, com 24 pontos somados. Do outro lado, o Bournemouth não sabe o que é vencer há duas partidas e segue flertando com a zona de rebaixamento.

Para reencontrar o caminho das vitórias, os Gunners voltam a campo já neste domingo. O dérbi contra o Chelsea está marcado para 11 horas (de Brasília). Os Cherries, por sua vez, tem compromisso contra o Brighton, neste sábado, às 9h30 (de Brasília).

Muito desorganizado, o Arsenal começou tomando um susto do adversário. Logo aos seis minutos, Fraser recebeu bom passe na cara de Leno, que fez bela defesa. O Bournemouth ainda teve outras duas oportunidades antes de abrir o placar, com 35 no relógio. Stacey acertou um lindo cruzamento para Gosling. O meio-campista demonstrou frieza e colocou no cantinho do goleiro alemão, que se irritou com a falha da defesa.

Os Gunners, que já estavam perdidos em campo, pioraram. Os comandados por Mikel Arteta trocavam poucos passes e a defesa sofria com os ataques pelas laterais.

Na volta do vestiário, os visitantes seguiam desorganizados, mas a velocidade de Aubameyang os colocou de volta na partida. Na primeira chance, aos quatro minutos da segunda etapa, o atacante bateu de chapa e a bola tirou tinta do travessão. Momentos depois, o gabonês emendou uma finalização na entrada da grande área para igualar o duelo.

Confira outros resultados do "Boxing Day":

Chelsea 0 x 2 Southampton

Crystal Palace 2 x 1 West Ham United

Everton 1 x 0 Burnley

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade