PUBLICIDADE

Aubameyang comenta sobre como foi impactado pela malária

5 mai 2021 13h02
| atualizado às 13h23
ver comentários
Publicidade

Capitão do Arsenal, Aubameyang ficou três dias no hospital depois de contrair malária. O diagnóstico foi realizado em abril, após o jogador voltar de viagem com a seleção do Gabão, no fim de março, pela Copa das Nações Africanas. Por conta disso, ele perdeu três partidas do Campeonato Inglês e uma da Liga Europa.

O atacante já entrou em campo duas vezes desde o diagnóstico, e afirma que está "90% recuperado". No entanto, Aubameyang enfrentou momentos difíceis: inicialmente, sentiu-se cansado após a partida contra o Liverpool, no dia 3 de abril.

Com o agravamento do quadro, que foi posteriormente confirmado, o jogador declara: "Eu estava me sentindo muito, muito mal. Acredito que esse foi o pior momento da minha vida como doente, por que era muito difícil. Por três dias seguidos eu tive febre, dia e noite, sem parar."

"Acredito que perdi quatro quilos, então foi um momento muito ruim. Penso que, para a minha família, foi um pouco assustador me ver desse jeito", complementa.

Já recuperado, o atacante foi fundamental no último jogo do Arsenal (02/05) pela Premier League: titular, marcou um gol e deu uma assistência na vitória por 2 a 0 sobre o Newcastle fora de casa. Na temporada, Aubameyang disputou 35 jogos e balançou as redes 15 vezes.

Os Gunners entrarão em campo na quinta-feira (06/05), em casa, contra o Villarreal. Trata-se do jogo de volta da semifinal da Liga Europa. Na partida de ida, a equipe espanhola venceu por 2 a 1.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade