0

Jogo em Itaquera tem atraso, Mina 'marcado' e provocação ao Palmeiras

28 jun 2019
22h40
atualizado às 23h01
  • separator
  • 0
  • comentários

A arena de Itaquera recebeu as quartas de final da Copa América na noite desta sexta-feira. O confronto entre Colômbia e Chile, iniciado com 20 minutos de atraso na casa corintiana, teve vaias para o ex-palmeirense Yerry Mina, gritos de "Timão" e provocação ao clube alviverde.

Hospedada a cerca de 30 quilômetros, a delegação chilena chegou atrasada ao estádio em função do trânsito pesado na capital paulista e pediu que o início do jogo fosse postergado. A organização da Copa América atendeu e remarcou o começo para as 20h20 (de Brasília).

Muitos torcedores também sofreram com o intenso tráfego no caminho até a arena de Itaquera e, sem saber sobre a mudança, correram para chegar a tempo. Os telões do estádio, visíveis do lado de fora, não foram devidamente atualizados com o novo horário e voluntários postados nos arredores avisavam sobre a alteração apenas em português.

Com o jogo enfim iniciado, o colombiano Yerry Mina passou a ser vaiado a cada toque na bola e ouviu gritos de "vai tomar no c…". Autor de gols em Itaquera nas edições de 2016 (campeão) e 2017 do Brasileiro, ele também teve o nome gritado por seus compatriotas. Na cobrança de pênaltis, o zagueiro converteu e festejou diante da torcida.

Na casa do Corinthians, ocupada por mais de 44 mil pessoas, torcedores gritaram "Timão, eô" e "sem Mundial", provocação costumeiramente feita aos palmeirenses. Dérbi a parte, à torcida chilena deixou a arena em festa após o triunfo por 5 a 4 nos pênaltis.

Classificado às semifinais, o Chile aguarda pelo vencedor do confronto entre Uruguai e Peru, que entram em campo às 16 horas de sábado, no Estádio da Fonte Nova. A briga por uma vaga na decisão da Copa América tem começo previsto para as 21h30 de quarta-feira, na Arena do Grêmio.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade