0

Campeonato Mineiro

Atlético-MG empata com América-MG e assume a ponta

Denis dias/Gazeta Press
13 mar 2016
18h07
atualizado às 18h29
  • separator
  • comentários

Em Minas Gerais, os empates permanecem em alta nos clássicos. Que o diga o América-MG. Neste domingo, no Independência, em seu terceiro derby no ano, o Coelho empatou mais uma vez por 1 a 1 com o Galo, repetindo o placar do duelo entre as equipes pela Primeira Liga. Agora, sem vencer há quatro jogos, o time americano, com o resultado, segue fora do G4 do Estadual, caindo para a sexta colocação, com 11 pontos.

Já o Atlético-MG, em seu segundo clássico em 2016, tem mais o que comemorar. Afinal, com um time alternativo, o Galo conseguiu superar o desentrosamento da equipe, especialmente no primeiro tempo, para conseguir um empate que coloca o clube mineiro na liderança provisória da competição, com 14 pontos. Se não bastasse isso, a torcida atleticana ainda pode celebrar a boa atuação do reforço Clayton, que deixou a sua marca logo na estreia.

Na próxima rodada do Estadual, o América-MG visita o Tombense, no próximo sábado, às 16h (de Brasília), em Tombos (MG). Já, no domingo, o Atlético-MG vai a Juiz de Fora (MG), enfrentar o Tupi, às 18h30.

O Jogo

Com direito a bola na trave de Giovanni, logo no começo de jogo, a partida se apresentou bastante aberta no Horto, com o América-MG mais contundente no ataque e muito bem coletivamente, enquanto que o Galo, desentrosado, mostrava um brilho diferente na parceria entre Cazares e Clayton, que iniciavam as principais jogadas atleticanas.

Clayton (C), jogador do Atlético-MG, comemora seu gol durante partida contra o América-MG, válida pela sétima rodada da primeira fase do Campeonato Mineiro 2016
Clayton (C), jogador do Atlético-MG, comemora seu gol durante partida contra o América-MG, válida pela sétima rodada da primeira fase do Campeonato Mineiro 2016
Foto: Denis dias/Gazeta Press

Protagonizando lances de efeito, Clayton foi o grande nome do Atlético-MG na etapa inicial e, em um belo passe de calcanhar, quase consagrou Patric, que acabou parando em João Ricardo. No América-MG, Tiago Luís aparecia bem e chegou muito próximo de marcar, porém o goleiro Giovanni, com uma bela defesa, impediu o gol do camisa 10 americano.

Diante do equilíbrio da partida, uma jogada individual fez toda a diferença. Aos 33 minutos, Victor Rangel chamou a zaga atleticana para dançar e acertou um belo chute de fora da área, que bateu na trave antes de entrar. Após o gol, o América-MG seguiu mais efetivo, e o Galo, com mais posse de bola, porém mostrando desentrosamento entre seus jogadores, escapou de um prejuízo maior no primeiro tempo.

Melhor no segundo tempo, o Galo chegou a criar boas oportunidades, aproveitando-se do recuo inicial do Coelho, que, ainda assim, aparecia bem nos contra-ataques. O Atlético-MG, contudo, foi quem marcou, aos 14 minutos, com Clayton, após pênalti polêmico. O estreante bateu mal, mas aproveitou o rebote de João Ricardo para balançar as redes.

O Galo seguiu superior após o gol de empate, acumulando boas chances para virar o jogo, porém, esbarrou na boa atuação do goleiro João Ricardo. Sem o melhor ritmo de jogo, os jogadores da equipe alternativa atleticana sentiram o cansaço e diminuíram de intensidade na reta final da partida.

Ainda assim, o jogo apresentou chances claras para ambas as equipes no final. Porém João Ricardo, Giovanni e a trave atleticana impediram que o placar fosse alterado no Independência.

Outros jogos – No jogo que abriu a rodada, às 11h, o Tupi bateu o Boa Esporte, fora de casa, por 1 a 0, em duelo direito contra o rebaixamento. Com o resultado, o Galo Carijó chegou à sétima posição com nove pontos, enquanto que o time de Varginha confirmou a sua entrada na zona de rebaixamento e, agora, ocupa a vice-lanterna, com seis pontos.

Em Nova Lima (MG), em jogo realizado às 16h, o Villa Nova se manteve na terceira colocação do Estadual, com 13 pontos, ao empatar por 1 a 1 com o Caldense, que segue ameaçada, na oitava colocação, com sete pontos.

No outro jogo das 16h, em Patos de Minas (MG), a URT pressionou durante toda a partida e foi recompensada com um gol nos acréscimos, que garantiu ao time azul a quinta colocação, com 12 pontos, e a aproximação do G4. Já o time de Três Corações caiu para a décima colocação, com seis pontos.

FICHA TÉCNICA

AMÉRICA-MG 1 X 1 ATLÉTICO-MG

Local:estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)

Data: 13 de março de 2016 (domingo)

Horário: 16h (de Brasília)

Árbitro: Ronei Cândido Alves

Assistentes: Ricardo Junio de Souza e Magno Arantes Lira

Cartões amarelos: Ernandes, João Ricardo, Leandro Guerreiro, Artur e Adalberto (América-MG); Cazares, Hyuri, Carlos César e Eduardo (Atlético-MG)

GOLS

AMÉRICA-MG: Victor Rangel aos 33 minutos do primeiro tempo

ATLÉTICO-MG: Clayton, de pênalti, aos 14 minutos do segundo tempo

América-MG: João Ricardo; Pablo, Adalberto, Artur e Bryan; Leandro Guerreiro (Claudinei), Ernandes, Tony e Rafael Bastos (Danilo); Victor Rangel (Bruno Sávio) e Tiago Luís

Técnico: Givanildo Oliveira

Atlético-MG: Giovanni; Carlos César, Gabriel, Tiago e Patric; Eduardo (Lucas Cândido), Júnior Urso (Leandro Donizete) e Cazares; Hyuri, Thiago Ribeiro (Pablo) e Clayton

Técnico: Diego Aguirre

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • comentários
publicidade