PUBLICIDADE

Maracanã terá grama híbrida em 2022; investimento é de R$ 4 milhões

6 dez 2021 12h33
| atualizado às 12h33
ver comentários
Publicidade

A gestão do Maracanã informou, nesta segunda-feira, que utilizará grama híbrida em 2022. O material junta grama natural com fibras sintéticas e propõe uma melhor qualidade para os jogos.

O valor estimado para a obra é de R$ 4 milhões e a pretensão é que o estádio esteja liberado para uso já na semifinal do Campeonato Carioca de 2022.

"É uma intervenção necessária, que teve como fatores principais o volume de jogos disputados no estádio e também as interferências climáticas. Serão aproximadamente três meses de trabalho para que o gramado esteja pronto o quanto antes, sem comprometer o calendário de 2022", afirmou Severiano Braga, CEO do Maracanã.

A grama híbrida combina grama natural com sintética e é reforçada por fibras de polietileno, que são injetadas a 18 centímetros de profundidade e dois centímetros sobre a superfície do campo.

"Primeiro, temos a retirada de 15 centímetros do atual gramado, depois vem a limpeza de toda a área e a preparação para recebimento de nova camada de areia com granulometria adequada e uniforme. Em seguida, é feito o nivelamento a laser da nova camada de areia com a conferência dos caimentos. Por último, se faz o plantio do gramado em sprigs, mudas de grama formadas", informa o comunicado.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade