PUBLICIDADE

Especial Rússia: Tite é desconhecido em parte do país da Copa

14 jul 2017 08h42
| atualizado às 08h42
ver comentários
Publicidade

Acostumados a ver os futebolistas locais Aleksandr Kerzhakov e Aleksey Smertin como garotos-propagandas da Copa do Mundo, os russos agora começam a se familiarizar com os expoentes da Seleção Brasileira, a primeira a obter uma vaga no Mundial por meio das Eliminatórias. Na edição do jornal Sovsport do dia que antecedeu o encerramento da Copa das Confederações, uma fotografia do técnico Tite ganhou grande destaque. "Essa matéria está dizendo que esse Tite - imagino que seja o nome do homem da foto - gostaria de se concentrar em Sochi e fazer um amistoso contra a Rússia", traduziu, de bom grado, um guia turístico.

Para os turistas brasileiros que flanavam por São Petersburgo, os elos futebolísticos com a população russa quase sempre ainda remetiam a um passado distante de Tite. Uma família paulista que acabara de visitar o Hermitage, um dos maiores museus de arte do mundo, e caminhava às margens do rio Neva para conhecer a emblemática Catedral do Sangue Derramado foi abordada desta forma por um comerciante de souvenires: "Edson Arantes do Nascimento!". O fã de Pelé agradeceu com um "obrigado", em português, após vender duas matrioscas (as tradicionais bonecas russas de madeira, encaixadas uma dentro da outra) e uma das suas várias camisetas que satirizavam o presidente Vladimir Putin.

Em meio à decisão da Copa das Confederações, a Gazeta Esportiva visitou a Rússia e sentiu como está o clima para o Mundial onde Tite buscará a sua consagração como técnico da Seleção Brasileira.

Clique aqui para ler toda a reportagem especial sobre o país-sede da próxima Copa do Mundo.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade