4 eventos ao vivo

Em jogo quente, Chile bate México em amistoso com gol no fim

17 out 2018
09h52
atualizado às 09h52
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Dois anos após a histórica goleada por 7 a 0 na Copa América, o México não conseguiu dar o troco e perdeu novamente para o Chile, mas dessa vez pelo magro placar de 1 a 0, em amistoso internacional realizado no Estádio Corregidora, no México. O único gol da partida foi marcado por Nicolás Castillo, jogador do Benfica que saiu do banco no meio da segunda etapa.

Como era esperado pelo histórico entre as equipes, o jogo começou quente, mas sem chances claras para ambas as equipes. Os chilenos, comandados por Reinaldo Rueda, ex-Flamengo, estavam mais bem postados em campo e, já na etapa complementar, Alexis Sánchez chamou a responsabilidade e começou a distribuir mais as bolas.

Porém, apesar da melhora dos sul-americanos no gramado, a oportunidade mais clara foi do México, com Jurguen Damm, que saiu na cara do goleiro e deixou um dos adversários no chão, mas, no momento de finalizar, foi travado. No entanto, como "quem não faz, toma", o gol chileno veio quase nos acréscimos. Sanchez tocou para Castillo, que soltou uma bomba. O goleiro defendeu, mas deu rebote ao próprio camisa 9, que abriu o marcador.

Sem tempo para reagir, os mexicanos comandados pelo brasileiro Ricardo Ferretti somaram mais uma derrota nos confrontos Fifa. Na Copa, perderam para Suécia e Brasil, e, em amistosos, para Uruguai e Estados Unidos. No entanto, na última sexta-feira, a sequência negativa havia sido quebrada contra a Costa Rica, quando venceu por 3 a 2. Do outro lado, o Chile, que ficou de fora do Mundial, empatou sem gols com a Coreia do Sul em setembro e perdeu para o Peru, por 3 a 0, na última sexta-feira.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade