1 evento ao vivo

Em clima tenso, Argentina pega Paraguai no Mineirão por redenção

Após perder da Colômbia na estreia, seleção de Messi tenta se recuperar na Copa América

19 jun 2019
04h47
  • separator
  • 0
  • comentários

Em um clima tenso em Belo Horizonte, a Argentina entra em campo para enfrentar o Paraguai nesta quarta-feira, às 21h30, no Mineirão, em Belo Horizonte, onde jogará para se redimir da derrota por 2 a 0 sofrida diante da Colômbia, no sábado, na Arena Fonte Nova, em Salvador, em sua estreia na Copa América.

Na lanterna do Grupo B da competição, que tem os colombianos na liderança e paraguaios e catarianos empatados na segunda posição, a seleção de Messi tenta vencer para aumentar as suas chances de avançar às quartas de final.

Se não vencer, a equipe dirigida por Lionel Scaloni jogará ainda mais pressionada no domingo, quando pegará o Catar na Arena Grêmio, sob risco de ser eliminada já na primeira fase. E, mesmo que vençam nesta quarta-feira, os argentinos podem dar adeus ao torneio em caso de um tropeço no fim de semana em Porto Alegre.

Ciente dos riscos e com a carga acumulada de 26 anos sem títulos de sua seleção principal - o último foi o da Copa América de 1993 -, a Argentina treinou na Cidade do Galo em trabalho marcado por uma longa conversa de Scaloni e Messi com o resto dos jogadores no gramado no CT do Atlético-MG.

A conversa só pôde ser acompanhada de longe pelos jornalistas, que não tiveram como ouvir as declarações, mas foi possível perceber que o tom era sério, principalmente quando Messi gesticulou bastante ao se dirigir aos seus companheiros. Em certo momento, pareceu até discordar de algo que Scaloni falou enquanto o treinador interrompeu o discurso do astro do Barcelona.

O comandante não escondeu que o duelo desta quarta-feira passou a ser decisivo para a Argentina após a derrota sofrida na estreia. "Gostaríamos de ter arrancado de outra maneira. Eles (jogadores) têm claro, porém, que há chances de continuar (na competição). A Copa para nós não começou, e amanhã (nesta quarta) faremos um jogo importantíssimo", ressaltou Scaloni, em entrevista coletiva no Mineirão.

Diferentemente do que fez antes da estreia, o treinador não quis confirmar a formação titular que mandará a campo contra o Paraguai, mas fará até quatro mudanças. O meia Di Maria e o atacante Agüero, por exemplo, devem sair para as respectivas entradas de Rodrigo De Paul e Lautaro Martínez. "Não há dúvidas, temos claro como vamos jogar, mas temos de esperar questões físicas de alguns jogadores para definir o time", despistou.

Do lado do Paraguai, que deixou escapar ótima chance de vencer na estreia ao empatar por 2 a 2 com o Catar em um jogo no qual chegou a abrir 2 a 0 no Maracanã, o técnico Eduardo Berizzo poderá contar com o zagueiro Gustavo Gómez, do Palmeiras, que cumpriu um jogo de suspensão. O gancho foi referente ainda a uma punição por cartão tomado na rodada final das Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo de 2018.

Berizzo, que é argentino, exaltou na terça-feira a necessidade de o Paraguai ter ambição de subir de patamar no cenário do futebol da América do Sul: "Devemos enfrentar nossos rivais querendo ser mais".

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade