PUBLICIDADE

Eduardo Paes revela interesse do Rio de Janeiro em sediar o Mundial de Clubes: "Estamos negociando"

21 set 2021 22h08
ver comentários
Publicidade

Depois da desistência do Japão em sediar o Mundial de Clubes de 2021, o prefeito da cidade do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, afirmou nesta terça-feira que ele está trabalhando para levar o campeonato para a capital fluminense.

Em uma live, o político destacou que está conversando com a CBF e com a Fifa, mas ressaltou que essa operação não é nada fácil. Segundo ele, há uma preferência para que o torneio seja realizado em algum país asiático.

"Nós estamos trabalhando para isso; É um desejo do Rio já que o Japão cancelou a final do mundial de clubes lá, seria super interessante trazer para o Rio, estou conversando com a CBF e com outros dirigentes para ver o que a gente consegue fazer. Tem umas conexões e contatos com a Fifa. Não é simples, parece que há uma predileção para se fazer essa final na Ásia. Isso deve ter a ver com patrocinadores privados, não sou especialista no assunto, mas estamos trabalhando e negociando para que isso aconteça", disse.

O Japão desistiu de receber o Mundial, que deve ocorrer entre os dias 9 e 19 de dezembro deste ano, devido as preocupações com as restrições impostas pela pandemia da covid-19. Segundo o jornal japonês Kyodo News, o governo local contava com a liberação total do público no estádios para ter um bom faturamento.

Torcedor declarado do Vasco, Eduardo Paes ainda aproveitou para brincar com a torcida do Flamengo, que busca uma vaga no evento. O Rubro-Negro está na semifinal da Libertadores e precisa levantar o caneco da competição continental para se assegurar no Mundial.

"As pessoas acham que quando eu falo do Mundial de Clubes eu estou falando do Flamengo. isso é uma certa arrogância flamenguista de achar que já está na final do mundial. Isso não aconteceu, pelo menos ainda. Não estou dizendo que eu estou torcendo contra, estou torcendo para o Flamengo ir para a final do mundial de clube. Se Deus quiser, o Flamengo vai estar representando o Rio e o Brasil. Eu estou torcendo para estar lá, mas não sei se vai", finalizou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade