1 evento ao vivo

Diretoria do Fla garante que Rogério Ceni está “prestigiado”

Eliminação na Copa do Brasil faz subir pressão contra o técnico

19 nov 2020
09h37
atualizado às 09h43
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Estava fora de cogitação para a diretoria do Flamengo desde o início da temporada uma eliminação na Copa do Brasil antes da fase semifinal. Deixou o clube de ganhar pelo menos R$ 7 milhões com a derrota em dose dupla para o São Paulo (2 a 1, no Rio, e 3 a 0, nessa quarta, no Morumbi), o que selou a despedida do Rubro-Negro da competição. Com menos de dez dias de trabalho no clube, Rogério Ceni já não se encontra em situação confortável.

Rogério Ceni precisa rapidamente de bons resultados para ter tranquilidade no Flamengo (Foto: Divulgação/Alexandre Vidal)
Rogério Ceni precisa rapidamente de bons resultados para ter tranquilidade no Flamengo (Foto: Divulgação/Alexandre Vidal)
Foto: Gazeta Esportiva

Entre os dirigentes do Flamengo não há, por enquanto, nenhum arrependimento explícito pela contratação de Ceni. A aposta na Gávea é que ele vai conseguir botar o time de novo nos trilhos. Isso foi reforçado logo após a partida dessa quarta. Para a diretoria do clube, o técnico está prestigiado.

De todo modo, não custa lembrar, depois que Domènec Torrent engrenou uma série de vitórias consecutivas com boas apresentações, houve quem garantisse na cúpula rubro-negra que o técnico da Catalunha seguiria com o time pelo menos até o Mundial deste ano, tal a confiança nele e na conquista do bicampeonato da Libertadores. Mas Domènec acabou demitido com pouco mais de três meses de trabalho.

As duas derrotas para o São Paulo pela Copa do Brasil e o tropeço em casa ao empatar com o Atlético-GO, pelo Brasileiro, podem ter servido como alerta a Rogério Ceni. Pela frente, ele tem o desafio de superar o Racing, da Argentina, pelas oitavas de final da Libertadores, e manter o Flamengo na luta pela liderança do campeonato nacional.

Os jogos contra a equipe argentina vão ser disputados na terça (24), fora de casa, e na semana seguinte, dia primeiro de dezembro, no Rio. Se o Flamengo sofrer outra eliminação em tão curto espaço de tempo, Rogério Ceni pode amargar outra experiência relâmpago, como foi a sua passagem pelo Cruzeiro em 2019.

 

Fonte: Silvio Alves Barsetti
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade