1 evento ao vivo

Dilma garante Copa limpa em meio a escândalos da Fifa

8 jun 2015
14h11
atualizado às 14h50
  • separator
  • 0
  • comentários

Tratando a limpeza no futebol como essencial, a presidente Dilma Rousseff garante empenhar-se para que os brasileiros envolvidos em corrupção paguem por seus supostos crimes. Em entrevista divulgada nesta segunda-feira pela rede France 24, ela exalta a Copa do Mundo realizada no Brasil em 2014 e vê a punição às ilegalidades como essencial.

"Para nós é muito importante, porque o Brasil é o país com mais títulos de Copa do Mundo e o país que no ano passado fez a Copa das Copas. E não há qualquer motivo para se engajar qualquer processo de corrupção (na escolha da sede de 2014)", adianta a presidente, garantindo que, se os Mundiais de África do Sul, Rússia e Catar estão sob suspeita, o brasileiro é limpo.

Dilma garante que Copa do Brasil está limpa
Dilma garante que Copa do Brasil está limpa
Foto: Alexey Nikolsky/RIA Novosti/Kremlin / Reuters

"Fizemos uma Copa do Mundo com nosso esforço e construímos um legado. Tudo que diz respeito a essa investigação é do maior interesse para o Brasil", assegura, esperando que as investigações esclareçam o envolvimento de brasileiros em possíveis crimes ligados à Fifa.

Entre os 14 indiciados pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos há duas semanas, por exemplo, está José Maria Marín. Ele está preso na Suíça e deve ser extraditado aos EUA para julgamento. Dilma Rousseff não chega a mencioná-lo, mas espera que o processo se desenrole revelando os supostos comparsas do ex-presidente da CBF.

"Foi gerado muito dinheiro aqui, o que é bom para todo mundo, desde que seja feito de forma absolutamente transparente. O governo brasileiro tem todo o interesse em saber quem são os responsáveis, puni-los e garantir que o Brasil tenha um outro ambiente para o futebol", discursa.

 

 
Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade