PUBLICIDADE

Descontente, Nasri dá adeus à seleção francesa aos 27 anos

10 ago 2014 12h59
| atualizado às 13h08
ver comentários
Publicidade
<p>Nasri em campo com a camisa da Fran&ccedil;a: cena que nunca mais vai se repetir</p>
Nasri em campo com a camisa da França: cena que nunca mais vai se repetir
Foto: Reuters

O meio-campista francês Samir Nasri, do Manchester City, decidiu se aposentar da seleção da França depois de romper relações com o treinador Didier Deschamps e com a mídia do país.

O armador, 27 anos, venceu o Campeonato Inglês na última temporada com o City, mas foi deixado de fora da seleção da França que disputou a Copa do Mundo no Brasil este ano, chegando às quartas de final. 

Deschamps chegou a processar a namorada de Nasri, Anara Atanes, por difamação pelas mensagens que ela postou no Twitter depois que o jogador ficou de fora da lista final da seleção francesa.

"Vamos encarar os fatos. Enquanto ele (Deschamps) for o treinador eu não acho que terei chances depois de tudo o que aconteceu", disse Nasri a jornalistas antes da Supercopa da Inglaterra entre Manchester City e seu ex-clube, o Arsenal. 

Astro da MLS, Landon Donovan anuncia aposentadoria:

"Eu terei apenas 29 anos em 2016 na Euro (que será na França), mas a seleção francesa não me deixa feliz. Toda vez que estou com eles, há mais problemas."

"Eu reconheço as acusações contra mim, e minha família sofre com isso. Não quero mais vê-los sofrendo. Então é melhor parar agora e focar na minha carreira clubística."

Nasri, convocado 41 vezes, tem reputação de encrenqueiro e chegou a ser banido por três jogos depois de responder a um jornalista com xingamentos após a derrota da França para a Espanha nas quartas de final da Euro 2012. 

O jogador também ficou de fora da Copa do Mundo de 2010, quando o treinador era Raymond Domenech. 

Nasri disse ainda que Deschamps não é o único motivo que o levou a se aposentar da seleção francesa. "Ele fez o que pensou ser o melhor para o time. Eu entendo a opção, não é nada com ele, não tenho problemas com ele. É simplesmente todo o contexto", disse Nasri. 

Dono do Orlando City explica por que não investiu no Brasil:

"Não é ele que fala na imprensa. É a imprensa que fala coisas sobre mim e os outros jogadores."

"Antes dessa Copa do Mundo, estavam dizendo que alguns jogadores reclamavam de mim. Como vocês podem querer que eu esteja em um grupo no qual alguns jogadores não conseguem sequer ser verdadeiros frente a frente e dizer que têm problemas comigo?"

"Eu não quero estar lá (na seleção). Não estou feliz. Não quero mais ser convocado."

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade