PUBLICIDADE

Clubes de Pernambuco podem migrar para a Primeira Liga

5 jul 2017 15h46
| atualizado às 15h46
ver comentários
Publicidade
Sport e Náutico podem reforçar a Primeira Liga em 2018
Sport e Náutico podem reforçar a Primeira Liga em 2018
Foto: W Correia Neto / Gazeta Press

A saída de Sport e Náutico da Copa do Nordeste – o Santa Cruz ainda decide se vai acompanhar os rivais – pode provocar outras mexidas nos torneios regionais. A Primeira Liga, que reúne originalmente clubes do Sul e do Sudeste, tem interesse em ter a dupla pernambucana em seus quadros. E a recíproca é verdadeira.

A Primeira Liga já tem desde 2016 o Ceará como representante do Nordeste e quer ampliar sua área de ação. Ano passado, tentou levar o Bahia para o grupo, mas não obteve êxito. Agora, no entanto, a situação é diferente, porque Sport e Náutico romperam oficialmente com a liga que organiza a Copa do Nordeste.

Antes mesmo da ruptura, havia quem defendesse na liga nordestina o convite a Paysandu e Remo para substituir os pernambucanos.

Essa hipótese, porém, está praticamente descartada, uma vez que uma eventual desistência dos dois paraenses da Copa Verde representaria um esvaziamento quase total da competição, disputada por clubes dos Estados do Norte e Centro-Oeste do País, e do Espírito Santo, o que levaria a CBF a agir para impedir essa transferência.

Sport e Náutico deixaram a Copa do Nordeste por várias razões. São contrários à distribuição dos recursos da liga e ao número de participantes da competição. Foram 20 em 2017 e serão 16 no ano que vem. Queriam no máximo 12. Além disso, estavam insatisfeitos com o que consideravam falta de diálogo entre a diretoria da liga e os clubes da região.

Fonte: Silvio Alves Barsetti
Publicidade
Publicidade