PUBLICIDADE

O cara do jogo: Eden Hazard

23 jun 2018 11h36
| atualizado às 12h20
ver comentários
Publicidade

Dentre as estrelas belgas que se destacaram na goleada por 5 a 2 sobre a Tunísia, Eden Hazard foi a que mais brilhou. Na manhã deste sábado, o meia foi decisivo para encaminhar a classificação dos Diabos Vermelhos às oitavas de final da Copa do Mundo.

O camisa 10 da Bélgica teve participação direta em dois gols. Foi ele quem sofreu e converteu o pênalti para abrir o placar na Arena Spartak, em Moscou, logo aos cinco minutos do primeiro tempo, anotando o seu primeiro tento em Mundiais.

No início da etapa complementar, Hazard voltou a balançar as redes após receber grande lançamento de Kevin De Bruyne, tirar do goleiro e tocar para o fundo do gol africano.

Além de vazar a defesa tunisiana, o jogador foi o responsável por cadenciar o jogo quando necessário. De acordo com o site Footstats, ele acertou 19 passes e errou apenas dois, finalizou três vezes em direção ao gol, deu um drible, fez um desarme e sofreu três faltas.

Eden Hazard, de 27 anos, iniciou a sua trajetória no futebol em clubes pequenos da Bélgica. Até ser descoberto pelo Lille-FRA, por quem atuou entre 2008 e 2012. Após se destacar na equipe francesa, o meia foi contratado pelo Chelsea-ING. Em Londres, ele é considerado o craque do time, pelo qual conquistou a Liga Europa (2012-2013) e o Campeonato Inglês (2014-2015 e 2016-2017).

Com os triunfos sobre panamenhos e tunisianos, a Bélgica marca seis pontos e lidera o Grupo G. O time dirigido pelo espanhol Roberto Martínez garante a vaga de forma antecipada caso o Panamá não vença a Inglaterra neste domingo, em Moscou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade