PUBLICIDADE

Zé Love, Gamarra e Xabi Alonso: lembre os ruivos do futebol

26 out 2012 07h06
Publicidade

Não é lá muito fácil encontrá-los em campo, mas eles existem. Alguns chegaram a ganhar a Bola de Ouro, como Sammer, outros viram sinônimo de fair play, como Gamarra. Tem ainda os que chamam a atenção pela barba, como Xabi Alonso, e existem até alguns brasileiros, como Zé Love. Estamos falando dos jogadores com cabelos ruivos, é claro. Confira nossa seleção.

Chamar Xabi Alonso de ruivo seria forçar a barra, mas o que  mais chama atenção em seu visual é a barba vermelha
Chamar Xabi Alonso de ruivo seria forçar a barra, mas o que mais chama atenção em seu visual é a barba vermelha
Foto: Getty Images



Zé Love

Revelado pelo Palmeiras, o jogador ganhou este apelido por dividir o quarto com Vagner Love na concentração. Dispensado pela equipe, o atacante foi se projetar no futebol com a camisa do Santos, onde ganhou a Libertadores de 2011. Atualmente defende o Siena, da Itália.



Gamarra

Sinônimo de fair play, o zagueirão paraguaio conseguiu o feito de disputar quatro partidas na Copa de 1998 e não cometer uma falta sequer. Fez história com a camisa do Corinthians, onde ganhou o Campeonato Brasileiro de 1998, e também defendeu Internacional, Flamengo e Palmeiras.



Mathias Sammer

Sammer tem a curiosidade de ser o primeiro ruivo ganhador da Bola de Ouro, em 1996. Sua principal fase na carreira foi vivida com a camisa do Borussia Dortmund, clube pelo qual faturou a Liga dos Campeões e o Mundial de Clubes de 1997. Defendeu a Alemanha em 74 oportunidades, participando, inclusive, da Copa de 1994.



John Arne Riise

O norueguês passou a maior parte de sua carreira no Liverpool, onde conquistou a Liga dos Campeões de 2005. Ele ainda teve uma breve passagem pela Roma, e atualmente defende o Fullham.



Alexi Lalas

O folclórico zagueiro norte-americano chamou a atenção do mundo durante a Copa de 1994, quando desfilava em campo com seu visual exótico. Para completar, Lalas ainda era líder de uma banda de rock chamada "The Gypsies".



Paul Scholes

O meia defende as cores do Manchester United desde sua estreia como profissional, em 1993, e já faturou uma infinidade de títulos, entre eles as Ligas do Campeões e os Mundiais de Clubes de 1999 e 2008.



Facundo Sava

O atacante argentino começou a carreira como volante, mas depois se especializou em fazer gols. Defendeu as cores do Boca Juniors no final dos anos 1990, e depois se transferiu para o Gimnasia La Plata. Ele encerrou a carreira em 2010, pela Ferro Carril, clube que o revelou.



Dave Kitson

O atacante do Sheffield United jamais foi convocado para defender a seleção da Inglaterra, mas chama a atenção em campo com seus cabelos cor de fogo.



Xabi Alonso

Seria um exagero dizer que o cabelo do meio-campista do Real Madrid é ruivo, mas o que mais chama a atenção em seu visual sem dúvida é a barba avermelhada.



Davide Biondini

O meio campista passou por clubes menores do futebol italiano, como Cesena, Vincenza, Reggina, Cagliari e atualmente defende o Genoa.



Stuart McCall

O meio-campista escocês disputou a Copa de 1990, além de defender o país nas Eurocopas de 92 e 96. Suas principais passagens foram pelo Everton e pelo Glasgow Rangers. Hoje ele treina o Motherwell, da Escócia.



Bernd Thijs

O jogador fez parte do elenco da Bélgica que disputou a Copa do Mundo de 2002, atuou por três temporadas no Borússia Monchengaldbach e hoje joga no futebol de seu país natal.



Andreas Ibertsberger

O defensor austríaco veste a camisa do Hoffenhein e já jogou 14 partidas pela seleção de seu país. Porém, não disputou a Eurocopa de 2008.



Alan Ball

Campeão mundial pela Inglaterra em 1966, o meio-campista brilhou com as camisas de Arsenal e Everton. Faleceu de um ataque do coração em 2007, quando tinha 61 anos.



Gordon Strachan

O meia jogou as Copas do Mundo de 1982 e 1986 pela Escócia, e marcou época com as camisas de Manchester United e Leeds. Após se aposentar seguiu a carreira de treinador, mas seu último clube foi o Middlesbrough, em 2010.



Quer saber mais sobre a Copa Coca-Cola?

Então, clique aqui

e confira

Fonte: PrimaPagina
Publicidade