PUBLICIDADE

Eliminatórias 2026

Com gol de pênalti no fim, Venezuela vence o Paraguai pelas Eliminatórias da Copa do Mundo

Venezuelanos levaram a vitória por 1 a 0 e marcaram os primeiros pontos nas Eliminatórias Sul-Americanas do Mundial de 2026

12 set 2023 - 21h02
(atualizado às 22h49)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: ( Divulgação/Paraguai) / Gazeta Esportiva

Nesta terça-feira, 12, a Venezuela venceu o Paraguai, por 1 a 0, em duelo válido pela segunda rodada das Eliminatórias Sul-Americanas, o último compromisso desta data Fifa de setembro. Rondón foi o autor do gol, de pênalti, na reta final da partida que ocorreu no Estádio Monumental de Maturín.

Com este resultado, a Venezuela, do atacante do Santos, Soteldo, ultrapassa o Paraguai na tabela e soma seus primeiros três pontos nas Eliminatórias, na quinta colocação. Os paraguaios, do capitão do Palmeiras Gustavo Gómez, estão em sétimo, com um ponto.

O jogo

No primeiro lance do jogo, Ramón Sosa arriscou para o Paraguai, mas sem muito perigo. A Venezuela aproveirou o contra-ataque, Marínez tentou inverter Soteldo, mas Gustavo Gómez, chegou antes para cortar. Levando mais perigo, a Venezuela quase abriu oplacar aos 36, se não fosse Coronel, que fez boa defesa em um bom cabeceio de Herrera de dentro da área.

No segundo tempo, o Paraguai voltou melhor e fez uma blitz nos primeiros minutos. A primeira chance veio dos pés de Richard Sánchez, que viu Coronel defender. Pouco depois, Robert Rojas cabeceou. Sosa também tentou, mas viu seu chute ser desviado na defesa paraguaia.

A Venezuela também arriscou, mas sem grandes perigos, comopor exemplo em uma tentativa de Córdova.  Os mandantes chegaram a abrir o placar aos 33 minutos, com Herrera, mas o VAR alegou um domínio no braço do jogador antes da finalização e anulou o tento. Aos 40, o Paraguai respondeu com Kaku Romero. Romo estava atento e evitou o gol. Na jogada seguinte, González também chutou a gol e viu o arqueiro venezuelano salvar mais uma.

Quando parecia que o duelo terminaria com o placar zerado, após chances perdidas e gol anulado, a Venezuela marcou, de pênalti. A infração foi marcada após revisão do VAR em lance que a bola bateu na mão de Iván Piris. Na cobrança, Rondón converteu e garantiu a vitória aos venezuelanos.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Compartilhar
Publicidade
Publicidade