PUBLICIDADE

Copa do Catar

Galvão Bueno ostenta relógio de R$ 1,5 milhão

Modelo é um Richard Mille RM011 Le Mans em ouro rosé

17 dez 2022 - 10h49
Compartilhar
Exibir comentários
Galvão Bueno, narrador
Galvão Bueno, narrador
Foto: @Instagram

Galvão Bueno, de 72 anos, tem uma queda por relógios luxuosos. Dias antes da final da Copa do Mundo, o narrador foi visto usando um acessório que custa R$ 1,5 milhão no lounge da FIFA, no Catar.

O relógio é um Richard Mille RM011 Le Mans em ouro rosé e titânio. A peça foi criada para homenagear a corrida 24 horas de Le Mans, uma das mais tradicionais do mundo e a maior do planeta.

Galvão, no entanto, não é o único amante de relógios caros. Neste clubinho estão nomes de renome, como Tite, Neymar, Mbappé, Messi e Cristiano Ronaldo, todos foram vistos pelo Catar ostentando acessórios que custam de R$ 32 mil a R$ 1,3 milhão.

Além deles, Cafu também exibiu relógios caros durante jogos do Brasil na Copa do Mundo. Visto de relance durante a estreia do Brasil contra a Sérvia, o ex-jogador usava um CVSTUS Metropolitan Cafu Edition, uma edição limitada com apenas 50 peças feita em parceria com ele. O acessório usado pelo embaixador da Copa no Catar é avaliado em U$ 41 mil, o equilavente a R$ 230 mil.

Galvão Bueno, narrador
Galvão Bueno, narrador
Foto: @Instagram
Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade